Data Representação de um calendário 16/07/2021

Boarding School: TUDO sobre este tipo de ensino médio no exterior

Boarding school é um tipo de intercâmbio em que os alunos moram na própria escola. Leia o artigo e saiba tudo sobre boarding school!

Já imaginou fazer o ensino médio no exterior e poder viver todas aquelas experiências de participar de atividades esportivas e artísticas, fazer refeições no refeitório comum e ainda aprimorar seu inglês? O programa de high school na modalidade Boarding School oferece todas essas vantagens e muito mais!

Em português, “Boarding School” é o que conhecemos por “internato”, em que o aluno mora na própria escola. Mas se engana quem pensa que esse é o único atrativo deste tipo de ensino.

O sistema boarding school é bastante comum em países da América do Norte e na Europa e conta com diversos benefícios para os alunos que desejam fazer um intercâmbio durante o ensino médio.

Neste artigo, vamos explicar o que é boarding school e dar detalhes sobre como o programa funciona. Então, continue a leitura e confira!

O que é boarding school e como funciona?

Para quem decide fazer intercâmbio, há muitas opções de acomodação em um país estrangeiro.

Os dois principais tipos de moradias para jovens que desejam cursar o ensino médio no exterior são as host families, onde o aluno fica hospedado na casa de uma família local e as boarding schools, em que a hospedagem é na escola em que o aluno vai estudar.

Mas, é importante destacar que as escolas que adotam esse sistema oferecem muito mais do que só alojamento para os alunos dentro da própria instituição.

Normalmente, os estudantes contam com uma rotina bem estruturada, com horários determinados para as aulas regulares, as refeições, as práticas esportivas, os estudos e o tempo livre.

Além disso, os professores atuam como tutores dos alunos, oferecendo atenção individual e estimulando ainda mais o desenvolvimento de habilidades acadêmicas e pessoais.

Isso é possível porque as turmas são pequenas, com uma média de 10 alunos por sala. Assim, a convivência com os colegas é ainda mais estreita e as atividades propostas pelos professores costumam envolver debates bastante interessantes.

Também não podemos esquecer da ampla gama de atividades extras oferecidas pela própria escola.

Em uma boarding school, você poderá ter aulas de tecnologia, artes, ciências humanas e esportes. Assim, você pratica hobbies que podem até mesmo te ajudar na escolha do seu futuro profissional.

Grade curricular

A grade curricular do ensino médio nos Estados Unidos é bem diferente daquela que temos no Brasil.

Enquanto nas escolas brasileiras existem disciplinas fixas e obrigatórias para todos os alunos, nos Estados Unidos os alunos possuem mais flexibilidade para montar sua grade.

Assim, os estudantes podem escolher as disciplinas que desejam estudar, de acordo com os seus interesses. É claro que algumas matérias são obrigatórias, mas é possível optar por fazer aulas como marcenaria, fotografia e robótica, por exemplo.

Já que esses conteúdos dificilmente são oferecidos nas escolas brasileiras, essa é uma oportunidade e tanto que as boarding schools oferecem!

Equivalência de ensino

Como dissemos, o sistema de ensino de uma high school nos Estados Unidos é bem diferente do ensino médio brasileiro. Por isso, é preciso ficar atento às regras para realizar a equivalência de ensino, quando você retornar para o Brasil.

Para evitar de perder o semestre ou o ano escolar, o MEC recomenda que o aluno estude pelo menos uma matéria das seguintes categorias:

  1. Matemática: álgebra, geometria ou cálculo;
  2. Ciências naturais: biologia, química ou física;
  3. Ciências sociais: história, geografia ou ciências políticas;
  4. Idiomas: literatura e língua nativa ou estrangeira.

Ah, vale lembrar que o conteúdo que você vai aprender durante o período de boarding school também é diferente do que veria em sala de aula no Brasil.

Então, tenha em mente que essa é uma experiência muito mais cultural e pessoal do que apenas acadêmica.

As vantagens de fazer o ensino médio no exterior em uma boarding school

Para muitas pessoas, um internato é só uma “escola onde os alunos dormem”, mas essa ideia é bastante equivocada.

Em uma boarding school, os alunos costumam ter um aprendizado mais intensivo, não só do idioma estrangeiro, mas também das matérias curriculares e noções cívicas.

Além disso, parte da manutenção e da organização do campus é responsabilidade dos alunos, que podem se voluntariar ou cumprir tarefas esporádicas ou constantes, como planejar eventos ou ajudar na organização do refeitório.

Viver o ensino médio no exterior e ainda ter a oportunidade de fazer isso em um internato estrangeiro é ter a oportunidade de evoluir significativamente e desenvolver ótimas habilidades civis, éticas e morais.

Em uma boarding school você vai:

  • Aprimorar o idioma estrangeiro;
  • Conhecer e conviver com jovens de diversas culturas;
  • Ter preparação intensiva para o ensino superior;
  • Estudar uma grande variedade de matérias acadêmicas;
  • Ter a chance de garantir o seu diploma internacional;
  • Desenvolver senso político e habilidade de administrar adversidades;
  • Ter inúmeras atividades extraclasses: artes, esportes e viagens promovidas pela própria escola.

Uma opção moderna e cheia de vivências

Muito além da preparação acadêmica, os internatos americanos buscam incentivar os alunos em tarefas que sejam benéficas e possam dar retorno à sociedade.

Por exemplo, quando a responsabilidade de cuidar do espaço comum é dada aos alunos, eles passam a entender a importância de cada pequeno trabalho e respeitar o esforço alheio. Sem dúvidas, isso gera um forte senso de empatia e responsabilidade.

Antigamente, os internatos eram vistos como um sistema rígido de educação. Hoje em dia, não é bem assim.

As nossas escolas parceiras são cuidadosamente selecionadas e possuem um corpo docente formado por terapeutas, pedagogos e outros profissionais, que garantem uma educação humanizada.

É muito comum ver relatos de jovens que cresceram muito, na vida pessoal e profissional, por conta do sistema adotado nos internatos.

Trabalhar o caráter, o senso de responsabilidade e cidadania é parte fundamental do desenvolvimento dos alunos dentro de uma boarding school.

Quanto custa um programa boarding school?

Os gastos com uma escola de ensino médio no exterior dependem de muitos fatores.

O primeiro deles, é claro, diz respeito ao valor da mensalidade da instituição escolhida. Além disso, o país de destino também influencia bastante no custo com esse tipo de intercâmbio.

Enquanto uma boarding school nos Estados Unidos custa cerca de 35 mil dólares por ano, no Reino Unido, o valor anual varia de 5 a 12 mil libras esterlinas.

Mas, independentemente de qual será a escola ou país escolhido, é importante ficar atento aos serviços inclusos no valor cobrado.
Algumas questões relevantes são:

  • A acomodação e alimentação estão inclusas na mensalidade ou serão pagas separadamente?
  • Quantas refeições diárias serão oferecidas?
  • Os livros e uniformes estão inclusos na mensalidade?
  • É preciso pagar uma taxa de serviços? O que ela cobre?
  • As atividades extraclasses já estão inclusas na mensalidade?
  • As taxas cobrem as viagens feitas com a escola?
  • É necessário levar seu próprio computador ou a escola disponibiliza aos alunos?

Quais são os requisitos e como aplicar para uma boarding school

Assim como em qualquer outra modalidade de intercâmbio, existem alguns requisitos para cursar um semestre ou um ano do ensino médio no exterior.

Os principais critérios que uma boarding school leva em consideração na hora de aceitar a aplicação de um estudante estrangeiro são:

  • Possuir entre 14 e 18 anos na data de chegada ao país;
  • Ter nível de inglês intermediário;
  • Apresentar bom rendimento escolar;
  • Cursar no mínimo um semestre na instituição.

Se você atende a esses critérios, é hora de iniciar o processo de aplicação para uma vaga.

O primeiro passo é entrar em contato com a escola, normalmente por e-mail, demonstrando interesse de se matricular para um semestre ou ano.

Nesse primeiro momento, procure mostrar como os seus objetivos de vida estão alinhados com os valores da instituição de ensino.

Lembre-se que cada escola tem o seu próprio processo de aplicação para as vagas, por isso é importante entender quais são as regras específicas que você deve seguir.

De forma geral, os estudantes devem fazer testes educacionais e de proficiência no idioma (TOEFL e IELTS) antes de serem admitidos em uma boarding school.

Uma vez que possuir bom desempenho acadêmico é um dos requisitos para aplicar para uma vaga, a instituição também pode solicitar testes de desempenho padronizados e o seu histórico escolar.

Outro ponto importante é que grande parte das escolas de ensino médio no exterior exigem que o aluno faça uma avaliação e entrevista presencial. Para candidatos de outros países, é comum que representantes locais sejam enviados para realizar a conversa.

Por fim, verifique junto à embaixada do país escolhido sobre a necessidade de tirar o seu visto de estudante para poder desembarcar e estudar legalmente.

Invista no seu futuro e vá para uma boarding school com a Intercultural

Estudar em uma boarding school é muito mais do que apenas cursar o ensino médio nos Estados Unidos ou no Canadá.

Esta é uma experiência que vai te preparar para a graduação de forma bastante intensiva, além de oferecer uma excelente oportunidade de aprimorar o idioma e conhecer outras culturas.

Então, que tal embarcar para essa viagem de conhecimento e viver como um aluno local?

O Boarding School é só o começo do início de uma experiência internacional inesquecível!

A Intercultural te ajuda a investir no seu futuro e viver parte do sonho americano! Entre em contato com a nossa equipe para saber mais!

Referências

https://www.gov.br/pt-br/servicos-estaduais/validar-estudos-concluidos-no-exterior-em-nivel-de-ensino-medio-1

https://br.usembassy.gov/pt/visas-pt/vistos-de-nao-imigrantes/