Work Experience USA: Matheus trabalhou em Northstar na Califórnia - Intercambio

Work Experience USA: Matheus trabalhou em Northstar na CalifórniaCursos no Exterior onde Estamos
CATÁLOGO DE PRODUTOS

Já Fui WEUSA

Maio

07

Work Experience USA: Matheus trabalhou em Northstar na Califórnia

“Eu participei do WEUSA pela modalidade Job Fair, trabalhei no Northstar California Resort – em Truckee, na Califórnia. Fui sozinho, mas conheci várias pessoas do Brasil durante a feira.

Minha função era Rental Shop Clerk – é basicamente um “faz tudo” de uma loja de aluguel de equipamento de Ski e Snowboard. A Northstar Sports, loja na qual trabalhei, é muito reconhecida nos Estados Unidos sendo uma das maiores e de grande excelência entre as redes de resort, portanto eles sempre nos alertavam que devíamos manter isso e fazer sempre melhor.

trabalhar-nos-estados-unidos

A recepção do empregador foi bem legal. No primeiro dia meu Assistant Manager levou eu e o pessoal que estava começando em vários lugares da Vila e também tivemos um curso com o gerente da minha gerente sobre as principais atividades do Rental Shop. Todos do trabalho eram muito legais, gostava muito de todos.

job-fair

Eu aluguei uma casa com mais 7 pessoas do Brasil em Incline Village, no estado de Nevada, meio afastado, entretanto foi o que encontramos diante a dificuldade de housing nesta localidade. A casa era MUITO boa, 3 quartos e um loft enorme, cabiam umas 12 pessoas tranquilamente. Com 2 banheiros, uma sala média e uma cozinha, assim como tudo o que precisávamos para limpar a casa, para tirar a neve do deck, enfim, a casa era maravilhosa.

intercambio-estados-unidos

Aluguéis na Califórnia/Nevada são caros. Pagávamos um valor considerado bom por alugar uma casa, cada um pagava US$534.

Estávamos em Incline Village, é pequena mas linda e tem o que precisamos para viver. Não tem festas nem muitos bares, típico de uma vila ao redor do lago, mas tem o lago que é maravilhoso, um mercadão ótimo, o Rayleys, onde comprávamos tudo, enfim, eu gostava muito da cidade.

work-experience-usa

Consegui me manter com a remuneração e sobrava. As refeições eu cozinhava em casa e levava a comida ou comia no resort as epic meals somente para funcionários, que custavam $5, valor que eu ganhava trabalhando meia hora aproximadamente. Então valia muito a pena comer lá. Tinha opção de pizza, hambúrguer e mais algo (só comidas saudáveis estilo americano né).

work-experience-usa

Recebíamos o Schedule de trabalho sempre uma ou duas semanas antes. Eu trabalhava de 7 a 10 horas por dia. É preciso reforçar que a vontade de trabalhar deve vir de nós que estamos lá para isso. Se você correr atrás do seu gerente para pedir mais horas e ele não puder oferecer, há também a possibilidade de pedir para que ele te indique horas de outros departamentos, assim dá para trabalhar mais: em dias de folga, caso eu quisesse e não fosse meu sétimo dia consecutivo de trabalho, eu podia pegar horas extras em outros departamentos, tinham algumas opções, na maioria das vezes.

trabalhar-nos-estados-unidos

Me deslocava para o trabalho de ônibus que era gratuito, ganhávamos tickets do resort, o trajeto era longe, aproximadamente 23 km. 

No tempo livre ia ver o pôr do sol no lago, que é maravilhoso, e também descansava em casa, lavava minhas roupas, organizava as coisas. A cidade é afastada então normalmente nos dias de folga não íamos muito para outras cidades, até porque dificilmente os dias de folga batiam com os de meus amigos. Mas viajei para Reno, em Nevada (estado) 4 vezes, e fui para Los Angeles, San Diego e San Francisco na Califórnia.

work-experience-usa

Tentei aprender a esquiar, mas é difícil, acabei utilizando meu tempo de folga para descansar, pois eu trabalhei muito. Fiz algumas aulas. Mas, caso eu volte, tentarei gastar mais tempo com isto, pois é realmente muito legal.

trabalhar-nos-estados-unidos

Com toda a certeza consegui melhorar o inglês e fiz amigos dos Estados Unidos, Peru, Argentina, e do Brasil também.

Consegui juntar dinheiro e pretendo fazer novamente na temporada 2019/2020, somente ainda não sei se quero voltar para Northstar, mas reforço que o resort e as pessoas de lá são maravilhosas.

É tão difícil escolher alguns poucos pontos que foram mais marcantes.. eu vivi tanto, e com tanta intensidade nestes meses que inúmeros momentos são inesquecíveis. Primeiro, o dia em que saí do Brasil pra ficar 14 semanas longe de casa, segundo, a primeira nevasca e as vezes que quase não conseguimos voltar para casa de tanta neve, terceiro, as compras e as comidas, quarto, as viagens e as pessoas maravilhosas que conheci, e quinto e último, meu trabalho, que foi uma experiência incrível, principalmente tendo uma gerente tão atenciosa e sempre pronta para ouvir e vários companheiros experientes prontos para me auxiliar. É imensurável a importância de todo este aprendizado que foi obtido!”

Chegou a sua vez de embarcar nessa experiência! Saiba mais sobre o programa e veja as datas confirmadas das job fairs deste ano.

work-experience-usa