Data Representação de um calendário 29/11/2016

6 dicas para planejar um Work Experience USA

O Work Experience USA é o melhor programa de intercâmbio para quem quer enriquecer o currículo com uma experiência profissional em outro país sem tem que atrasar a faculdade. Com ele, o estudante passa seus meses de férias trabalhando em resorts e  estações de esqui, aprimorando o idioma estrangeiro e aprendendo tudo sobre os costumes locais. […]

O Work Experience USA é o melhor programa de intercâmbio para quem quer enriquecer o currículo com uma experiência profissional em outro país sem tem que atrasar a faculdade.

Com ele, o estudante passa seus meses de férias trabalhando em resorts e  estações de esqui, aprimorando o idioma estrangeiro e aprendendo tudo sobre os costumes locais.

Outra grande vantagem do Work Experience USA é que uma parte do valor do intercâmbio pode acabar sendo paga com o próprio trabalho desenvolvido fora do país. Os salários costumam variar de US$ 7 a US$12 por hora, o que pode ser de grande ajuda. Se você gostou dessa dinâmica, confira as nossas dicas para começar a se planejar!

DSC08696

1 – Avalie suas condições financeiras

Quem tem vontade de fazer um intercâmbio precisa começar a organizar suas finanças com antecedência. Quando você tiver uma boa ideia do valor necessário para a viagem, determine uma data para o embarque e, a partir daí, comece a fazer depósitos mensais na sua poupança. Caso seja necessário, analise seus gastos para fazer cortes ou busque uma nova fonte de renda.

2 – Reforce o idioma estrangeiro

Boa parte das vagas de trabalho para quem opta pelo Work Experience USA envolve contato direto com o público. Por isso, é praticamente impossível que uma pessoa seja contratada se não tiver, pelo menos, conhecimento intermediário no idioma do país para o qual pretende viajar. Se você se sente inseguro quanto a isso, comece a se aprimorar desde já.

media_sv_openingDay_GoldCoast

work-travel-banner

3 – Providencie os documentos necessários

Se você ainda não tem um passaporte, deverá fazer o requerimento no site da Polícia Federal, pagar a GRU e agendar uma data para levar seus documentos. Depois da conclusão dessa etapa e já com um emprego em vista, também será necessário providenciar o visto. No caso dos Estados Unidos, o visto para quem pretende exercer este tipo de atividade remunerada é o J1. Para garantir o cumprimento dos prazos de todos os processos burocráticos, o ideal é contar com a consultoria da agência de viagens.

4 – Inscrição nas job fairs

Mas afinal, como conseguir um trabalho fora do país? Você pode fazer isso por conta própria, mas a nossa dica é escolher uma agência de intercâmbio que te proporcione visitar feiras de contratação e conversar pessoalmente com os empregadores em potencial. Além de testar o seu inglês, é possível sair desse tipo de evento com uma vaga garantida e se dedicar a outros aspectos da viagem com um pouco mais de tranquilidade.

img_5636

5 – Procure uma agência de intercâmbio

Durante todas as etapas do planejamento do seu Work Experience USA, é interessante que você busque o suporte de uma agência especializada nesse tipo de intercâmbio. Além de contar com uma forma de pagamento que esteja de acordo com as suas necessidades, é essencial que ela ofereça ajuda na obtenção do visto, seguro e assistência 24 horas em caso de emergências.

6 – Não exagere nas bagagens

O embarque está próximo e chegou a hora de fazer as malas? Parabéns pela persistência! Mas ainda é preciso tomar alguns cuidados para viajar sem complicações. Controle o impulso de viajar cheio de bagagens, porque é difícil resistir às compras no exterior. Se o seu destino for particularmente frio, avalie se não vale comprar roupas mais pesadas por lá.

E então, ficou com vontade de embarcar para um Work Experience USA? Conheça os benefícios dos programas da Intercultural!

estudar-canada-banner