Saiba tudo sobre a estrutura dos High Schools nos EUA - Intercultural
Data Representação de um calendário 22/11/2019

Saiba tudo sobre a estrutura dos High Schools nos EUA

Chegou a hora de você entender como é estudar nos Estados Unidos, durante o Ensino Médio. Clique aqui e descubra que um High School vai muito além de lockers nos corredores e ônibus amarelos.

Quem cresceu assistindo filmes e séries norte-americanos certamente já se perguntou como seria estudar em um colégio com grandes eventos esportivos, armários (no estilo lockers) nos corredores, apresentações de líderes de torcida, diversas opções de atividades extracurriculares e tantas outras particularidades dos famosos High Schools dos Estados Unidos. Se você faz parte desse time, no post de hoje vamos revelar mais detalhes sobre a estrutura do Ensino Médio na terra do Tio Sam.

Confira!

O que é o High School nos EUA?

Começando pelo básico, o High School é basicamente o mesmo que o Ensino Médio brasileiro, mas nos países do exterior – especialmente aqueles que falam inglês. A primeira diferença é o tempo de duração: diferente do Brasil, essa fase escolar tem quatro anos nesses países, que são os seguintes: freshman year, sophomore year, junior year e senior year.

Outra diferença é que os alunos estudam em período integral, normalmente das 8h às 16h. São cerca de seis ou sete aulas por dia, cada uma delas com duração de uma hora.

Além disso, ao invés dos professores irem de uma sala de aula para outra durante a mudança das aulas, no Ensino Médio dos EUA, são os alunos que vão. Cada professor ou disciplina tem a sua própria sala (muitas vezes ambientada de acordo com o conteúdo) e são os estudantes que fazem esse movimento. Inclusive, é por isso que existem os armários espalhados pelos corredores: para ninguém ter que carregar o material de todas as aulas o dia todo.

Liberdade de montar o currículo

Essa talvez seja uma das características mais marcantes da estrutura dos High Schools nos EUA: você tem a liberdade de montar a sua grade curricular, escolhendo as disciplinas que deseja cursar ao longo desses anos (ou semestres).

É claro que existem aquelas disciplinas fixas e obrigatórias, que todos os alunos precisam cursar – as chamadas “core subjects”. Elas são matérias mais gerais – como matemática e ciências, por exemplo – que garantem que todos os estudantes tenham uma mesma base. Assim, logo no “Ensino Médio” já é possível cursar Antropologia, Fotografia, Psicologia, Direito e até Astronomia, se estas forem disciplinas disponíveis!

Assim, você pode escolher de acordo com a sua afinidade e preferências pessoais. Além de deixar a rotina escolar muito mais interessante e atrativa, essa já é uma forma de começar a se direcionar para a vida profissional. Como existem disciplinas bem específicas, o estudante tem a chance de experimentar matérias relacionadas à profissão que ele pretende seguir e, assim, observar se realmente se identifica com a área antes mesmo da universidade.

Turmas de diferentes níveis

Outra característica estrutural dos High Schools nos EUA é que as turmas são separadas em três níveis de dificuldade: o College Prep, Honors e Advanced Placement. Isso é interessante porque o estudante entra em um grupo de acordo com o seu repertório e conhecimento prévio daquele assunto. Com isso, é mais fácil conseguir acompanhar as aulas e compreender o que está sendo ensinado.

Sabia que você pode ter uma experiência em um High School nos EUA? Acesse o site da Intercultural e saiba mais sobre esse tipo de intercâmbio.