Intercâmbio namorando: Bruna e Eduardo voltaram noivos
Data Representação de um calendário 12/06/2020

Intercâmbio namorando: Bruna e Eduardo voltaram noivos

Vale a pena fazer um intercâmbio namorando? Bom, pra Bruna e pro Eduardo valeu e muito! Eles iniciaram como namorados, incluíram uma experiência internacional no currículo e terminaram como noivos. Confira essa linda história de amor!

Será que fazer intercâmbio namorando é bom? Muita gente pode achar que o namoro pode atrapalhar o andamento do intercâmbio (ou o intercâmbio atrapalhar o namoro), e por isso acabam deixando essa ideia de lado. A verdade é que um intercâmbio em casal pode trazer uma rica experiência para ambas as partes além de fortalecer ainda mais o relacionamento

E foi o que aconteceu com a Bruna e o Eduardo. Eles são clientes da Agência Intercultural de Florianópolis, se organizaram financeiramente e se inscreveram no Programa Work Experience USA.

No final de 2019 eles foram para os Estados Unidos, onde trabalharam durante as férias da faculdade, aproveitaram para juntar dinheiro e… PARA NOIVAR! Isso mesmo!

Esse casal especial contou pra gente como foi a experiência de iniciar um intercâmbio namorando e finalizar essa experiência incrível como noivos. Confira!

Como tudo começou

Somos de Florianópolis/SC, mas nos conhecemos através de amigos em comum em 2015, em Jaguaruna, quando participamos de um acampamento.

Mesmo antes de nos conhecermos, nós já sonhávamos em fazer um intercâmbio, mas nunca pensamos em fazer isso juntos. Tentamos fazer algum intercâmbio de estudo, mas, por diversas razões, não conseguimos. 

Bruna e Eduardo fizeram um intercâmbio namorando e voltaram noivos

Intercâmbio namorando: Work Experience USA 

Na temporada 2018/2019, uma amiga que estudava comigo, participou do Work Experience pela Intercultural, e o desejo de fazer um intercâmbio voltou. Nós já conhecíamos o programa, mas nunca tivemos condições de participar.

Em 2019, começamos a pesquisar mais a fundo sobre o Work Experience. Cada vez que visitávamos a Intercultural para saber mais sobre o programa, nós ficávamos mais empolgados. O que nos impediu de fechar o contrato de cara foi que somos sabatistas, ou seja, não trabalhamos no sábado.

Por isso, precisávamos ter certeza que nosso empregador permitiria que tivéssemos folga aos sábados. Quando conseguimos uma resposta positiva do empregador, fechamos o contrato com a Intercultural.

Bruna e Eduardo estavam namorando durante o intercâmbio e depois ficaram noivos

O empregador nos Estados Unidos

Nós fomos pro Montage Deer Valley, em Park City, UT. Eu fui como Room Attendant e o Eduardo como Public Area. Nós morávamos e comíamos no próprio hotel, mas durante as duas primeiras semanas nossos turnos eram diferentes e praticamente não nos encontrávamos, exceto durante as refeições.

Bruna e Eduardo trabalhando em Montage Deer Valley

Felizmente, conseguimos alterar os horários para ficarmos juntos depois dos nossos turnos.

De namorados para noivos

Bem antes de ir pros EUA, nós já conversávamos sobre casamento e já fazíamos planos, mas não tínhamos nada concreto. Nosso aniversário de 5 anos de namoro foi no dia 17 de fevereiro, e, como era um dia especial pra nós, fomos para Salt Lake City, capital de UT e bem próxima à Park City.

Local do noivado de Bruna e Eduardo

Planejamos visitar alguns lugares legais na cidade. O primeiro passeio foi no Red Butte Garden, um jardim bem grande com várias trilhas e lindas paisagens que fica no alto da cidade. Apesar de ser inverno e de quase todas as plantas e flores estarem cobertas de neve, o lugar estava lindo.

Depois de caminhar um certo tempo, encontramos um lago com uma pequena cachoeira muito bonita. Tinha um banco quase em frente, e o Eduardo me convidou para sentar lá um pouco e apreciar a vista.

Quando sentamos, ele começou a me falar várias coisas sobre o início do namoro. Eu sempre gostei de escrever bilhetinhos em post-it pra ele. Então, ele abriu a bíblia e pegou alguns desses post-its do início do namoro para lermos juntos.

Depois, ele leu um verso da bíblia, que fica em Oséias 2:19 ( “Eu casarei com você e para sempre você será minha legítima esposa. Eu a tratarei com amor e carinho”), e então fez o pedido. Foi, sem dúvidas, o momento mais incrível do intercâmbio.

O noivado

Momento em que Eduardo pediu Bruna em casamento

Os planos pro resto do dia foram por água abaixo, pois ficamos tão empolgados que nem ligamos pro resto. No final do dia, quando voltamos pro Montage, nossos amigos tinham feito uma festa surpresa de noivado no corredor dos nossos quartos, com direito a cartaz e pizza, o que fez o dia ficar ainda melhor e tornar a experiência ainda mais única.

Eduardo e Bruna fizeram um intecâmbio namorando e ganharam uma festa de noivado dos amigos

Eles sempre farão parte da nossa história. Ainda assim, foi difícil não poder compartilhar esse momento pessoalmente com as nossas famílias, mesmo que nossos pais já soubessem que o pedido iria acontecer na viagem, por isso ficamos com muita saudade e cada vez mais ansiosos para voltar pro Brasil. Infelizmente, devido à quarentena, ainda não conseguimos reunir nossos amigos e familiares pessoalmente para contar todos os detalhes.

Retornando ao Brasil

O retorno ao Brasil foi um tanto quanto conturbado. Nas últimas semanas de trabalho, alguns casos de COVID-19 foram confirmados em Park City e no hotel que estávamos trabalhando. Vários intercambistas de outras nacionalidades tiveram que ir embora às pressas devido ao fechamento da fronteira de seus países.

Vários voos foram cancelados e transferidos, por isso ficamos com muito medo, pois passaríamos 3 dias em Nova Iorque antes de voltar pro Brasil. Tentamos transferir nossos voos para voltar direto, sem ir para Nova Iorque, mas isso custaria R$ 13.000,00 para cada.

Resolvemos ir para Nova Iorque como planejado, mesmo com todos os passeios cancelados e com a aflição de ter problemas com nosso voo para o Brasil. Tomamos todo o cuidado possível e fizemos alguns passeios ao ar livre, como conhecer a Times Square e o Central Park.

Bruna e Eduardo fizeram passeio por Nova York após o intercâmbio
Bruna em Nova York admirando seu anel de noivado

Essa experiência deu ainda mais valor ao intercâmbio, e fazer essa viagem como noivos foi incrível. No final das contas, não tivemos problemas com nenhum voo e chegamos na data prevista e em segurança no Brasil.

Importância do intercâmbio para o casal

Quando chegamos no Brasil, ficamos 15 dias separados, cada um fazendo quarentena na sua casa. Esse tempo longe nos mostrou o quanto nos aproximamos ainda mais no intercâmbio e o impacto dessa experiência na relação.

Sempre fomos muito parceiros em tudo e, após 5 anos de relacionamento, já havíamos passado por muitas coisas. Mas o intercâmbio foi uma experiência única. Mesmo fazendo amizades incríveis e nos sentindo parte de uma grande família de intercambistas, no final das contas, éramos só nós dois enfrentando as dificuldades de estar em outro país longe da família e de tudo que conhecíamos.

Nos momentos mais felizes estávamos juntos, nos problemas também. Compartilhamos tantas experiências, tantos momentos e tantos sentimentos! Crescemos como pessoas e como casal. Os 15 dias de quarentena depois de tudo isso foram uma tortura, pois ficamos separados pela primeira vez em 4 meses. Mas isso nos fez ter ainda mais certeza de que queremos passar a vida juntos e que desejamos ter novas experiências como essa.

Intercâmbio namorando: valeu a pena?

Se você chegou até aqui e leu a linda história de amor (e de noivado) da Bruna e do Eduardo, viu que sim! Se você e seu amor sonham e fazer um intercâmbio e estão na dúvida, confiram também a experiência da Ana Paula e do Maike, que são namorados, e foram trabalhar em Snowshoe. Basta clicar aqui!

Namorando ou não, fazer um intercâmbio é uma experiência incrível que todo mundo precisa vivenciar. Quer começar a planejar seu intercâmbio? Entre em contato com a gente e confira nossas opções. Conte com a Intercultural para fazer do seu sonho realidade (seja sozinho ou acompanhado).