Data Representação de um calendário 26/08/2016

Parte 1 – Work Experience USA

Se você quer saber tudo o que acontece antes, durante e depois do Work Experience USA, não deixe de acompanhar esse depoimento! É comum ouvir: ah, o meu intercâmbio foi demais! A melhor coisa que fiz na vida, amei a viagem etc. Mas dificilmente encontramos detalhes de como foi todo o processo, desde o pré-embarque do Work […]

Se você quer saber tudo o que acontece antes, durante e depois do Work Experience USA, não deixe de acompanhar esse depoimento!

É comum ouvir: ah, o meu intercâmbio foi demais! A melhor coisa que fiz na vida, amei a viagem etc. Mas dificilmente encontramos detalhes de como foi todo o processo, desde o pré-embarque do Work Experience USA, o que é essencial.

Nesse caso, nada melhor que uma ex-participante para contar o passo a passo de quem participou do programa. E não foi uma vez só não! A Stephanie Barbosa, de Balneário Camboriú, Santa Catarina, foi uma primeira vez e, gostou tanto, que repetiu a dose. As informações são tão detalhadas e tão importantes que separamos o depoimento em partes, para você acompanhar e se preparar para essa transformação. Bora lá?!

DSC08696

O melhor intercâmbio da minha vida. Clichê, né? Mas é a mais pura realidade. Quando eu estava no segundo período da faculdade, vi um amigo e uma amiga comentando sobre o tal do Work Experience USA. Me interessei e fui até a Intercultural tirar as minhas dúvidas. Fui muito bem atendida por uma pessoa que inclusive já tinha feito esse programa, então nada melhor do que a experiência de alguém que já passou pelo intercâmbio para te contar se vale a pena né? Papo vai, papo vem, fui me animando cada vez mais e decidi: vou fazer o Work Experience USA!

Ai entrou aquela parte que você não tem dinheiro para se bancar sozinha no programa e então partimos para quem? Nossos pais. Ainda bem que meus pais sempre me incentivaram e me motivaram a me virar sozinha, então não foi muito difícil convencê-los. Claro que isso não quer dizer que a minha mãe não foi umas 3 vezes pelo menos conversar com o consultor para ter a certeza de onde ela estava mandando a filhinha linda e querida dela. Me questionou se era isso mesmo que eu queria, e se eu iria me comportar e realmente trabalhar. 

A partir daí, as coisas começam a mudar, e os sentimentos também. Ansiedade, animação, nervosismo, enfim, tudo o que envolve um pré-embarque para o desconhecido, pode surgir!

E antes que você possa ter alguma dúvida de quanto esse intercâmbio de trabalho pode mudar a sua vida, eu posso dizer que: Parabéns! Você fez a melhor escolha para o seu futuro e, de fato, essa experiência vai mudar a sua vida.

Não posso ir direto ao ponto, pois as etapas anteriores à viagem em si são muito importantes.

Uma delas é a definição do destino, a escolha do local é muito importante. Sabe por quê? Porque você vai ter alguns dias para viajar e você vai conhecer o que estiver mais próximo.

work-travel-banner

Quanto antes você definir que vai participar do programa, melhor, além de ser a melhor forma de pagamento e garantir a vaga de trabalho nos melhores destinos, você tem tempo de estudar inglês e se preparar para as entrevistas, é importante você conseguir um trabalho legal e garantir uma vaga de trabalho com uma boa remuneração, e isso acontece de acordo com o seu nível de inglês.

DSC00675

Então se programe, é um investimento que você está fazendo, trate isso com importância e responsabilidade.

Não se preocupe com documentação, o consultor da Intercultural vai te ajudar e te orientar em tudo. Inclusive se esquecer de trazê-los…rs

Leve a sério o preenchimento das suas informações no Footprints, site da CCUSA. Sabe quem vai ler as informações colocadas ali? O empregador.  Sim, ele mesmo, aquele que vai decidir se vai te contratar ou não e vai definir o seu destino. Não deixe para o último dia e separe um tempo com calma para isso.

Entendo perfeitamente que você é um universitária (o), e que a faculdade está te deixando louca (o), são muitas provas e trabalhos, enfim. Peça ajuda.

theyarrow5

Antes de dizer ao consultor que está pronto o seu preenchimento, envie para que alguém possa ler e opinar sobre ele, um irmão mais velho, mãe, pai, primo, prima, tia, amigos… Dê preferência a alguém que já tenha feito entrevistas de trabalho, esse conhecimentos válidos para toda a sua vida, afinal entrevistas de trabalho sempre vão ocorrer ao longo dela.

No dia da Job Fair, você vai ter a oportunidade de estar frente a frente com o seu futuro chefe, portanto prepare-se para ir a uma entrevista de emprego. Mantenha a postura, sorria sempre e cuidado com o visual. Não vá à entrevista parecendo um advogado de 40 anos, uma calça jeans, camiseta polo ou camiseta está de acordo. Leia sobre a empresa que você quer ser contratado, isso é fundamental!

Depois que você for contratado você vai sentir uma felicidade sem tamanho. E quando tiver a certeza do lugar que vai, começa a próxima etapa.

No próximo post, a Stephanie dá algumas dicas de como conseguir acomodação na cidade em que você vai morar, o início e as dificuldades que enfrentou.

estudar-canada-banner