Data Representação de um calendário 28/06/2018

Joana conta como foi o Ensino Médio nos Estados Unidos

Joana conta como foi o Ensino Médio nos Estados Unidos

Lembram da Joana que se formou no High School neste ano? Então, ela fez o Ensino Médio nos Estados Unidos e estudou durante 6 meses na cidade de Albuquerque no Novo Mexico.

Após retornar ao Brasil, ela contou como foi a experiência de estudar em outro país. Afinal, ela teve que viver com uma nova família (e novos animais de estimação!), se adaptar a outro sistema de ensino e a emoção de ir à escola no famoso ônibus amarelo.

Ensino Médio nos Estados Unidos: a experiência

Em agosto de 2017, conversei com minha família que não queria fazer intercâmbio sozinha por um medo bobo. Porém, também não queria iniciar a faculdade logo após finalizar o ensino médio.

Meu pai queria muito que eu tivesse uma experiência internacional, foi então que comecei a procurar sobre opções de cursos de inglês no exterior. Nesse período visitei a feira de intercâmbio que aconteceu em setembro 2017 em Caxias do Sul. Lá, pude conversar com a Lucile da agência, e a partir da nossa conversa, decidi fazer High School (ensino médio) no exterior por seis meses.

ensino-médio-estados-unidos

A Host Family

Eu fiquei sabendo da minha família cinco dias antes de embarcar, no dia 16 janeiro embarquei para EUA. Fui escolhida por uma host family que mora em Albuquerque, Novo México. Minha host family era: meus pais (Sarah e Joseph), meus três irmãos mais novos (Dreyton, Kohen e Ryan). Além de mim tinha mais uma intercambista da Alemanha, a Annabel.

ensino-médio-estados-unidos

Lembro que antes do meu embarque eu estava ansiosa e com muito medo, porque a família tem muitos animais (cabra, ovelha, coelhos, cachorros, gato, porco, cavalo), mas, a família foi a melhor que eu poderia ter. As crianças foram um ponto relevante do meu intercâmbio, desde o primeiro dia elas foram quem mais me apoiaram e receberam nos primeiros dias.

work-travel-banner
Joana com seus irmãos

A escola

Em primeiro lugar, minha escola não tinha os mesmos critérios de uma escola tradicional de ensino médio americano. Era uma escola pequena e interessante por não ser convencional ao sistema que eu já tinha conhecimento. Os funcionários e alunos foram muito gentis, me receberam muito bem e me ajudaram sempre que eu precisei.

ensino-médio-exterior

Durante a semana saía para a escola de manhã e voltava às 4h da tarde. Tinha que caminhar 10 min para ir para a parada do ônibus e depois mais 10 min de ônibus até a escola, e era aquele ônibus amarelo de filme, e durante o final de semana fazia atividades com a minha host family.

Amigas que Joana fez durante o High School

Por ser uma cidade que poucos conhecem, achava que iria encontrar um, no máximo, dois brasileiros e no fim fiz amizade com 5 meninas brasileiras e algumas alemãs também.

Antes de retornar ao Brasil, viajei com a minha host family para NY e com escola para Los Angeles. Minha mãe Jaqueline foi à minha formatura e depois aproveitamos mais uns dias para viajarmos juntas.

Formatura da Joana em que sua mãe estava presente

Ter feito esse intercâmbio foi a melhor decisão que tomei, apesar de ser difícil no início, pela adaptação à família e ao idioma, hoje vejo o quanto eu aprendi e cresci com essa experiência.

Por fim, queria dar algumas dicas para quem está pesando em ir, se puder fique um ano, não tenha medo de se jogar, viva intensamente, e não compare seu período lá com os outros intercambistas: faça sua história.”

Siga o conselho da Joana, saiba mais e conheça o High School:

ensino-médio-exterior
estudar-canada-banner