Data Representação de um calendário 15/06/2022

Salário mínimo na Espanha: vale a pena trabalhar no país?

Entender o salário mínimo na Espanha é fundamental para planejar o seu intercâmbio no país. Saiba mais sobre o salário mínimo na Espanha!

Morar e trabalhar na Europa é o sonho – e a realidade! – de muitos brasileiros. Mas conhecer o salário mínimo na Espanha é um dos primeiros passos para planejar o seu intercâmbio de estudo e trabalho no país ibérico.

Afinal, qual é o salário mínimo na Espanha? O valor é compatível com o custo de vida no país? É possível viver bem ganhando o mínimo estabelecido pelo governo espanhol?

Neste artigo, vamos explicar como o salário mínimo na Espanha é calculado, além de analisar a sua relação com o custo de vida no país.

Então, continue a leitura e confira!

Qual é o salário mínimo na Espanha?

Em 2022, o chamado sueldo mínimo interprofesional (SMI) na Espanha é de €14.000 por ano.

Isso significa que um trabalhador tem direito de receber €1.000 por mês, caso seu salário seja pago em 14 parcelas, como é costume no país.

Em 2012, o SMI era de €641,40 por mês, recebendo um aumento de 55% no período de 10 anos. Apesar do reajuste considerável, o salário mínimo na Espanha é mais baixo do que em outros países da Europa.

Com essa informação, você deve estar se perguntando: vale a pena estudar e trabalhar na Espanha? É possível viver de forma confortável no país?

A seguir, iremos responder a essas perguntas!

Salário mínimo x custo de vida na Espanha

De forma geral, o custo de vida na Espanha é compatível com os salários recebidos no país.

banner-work-and-study-espanha

Dependendo da região escolhida, os gastos com moradia, transporte e alimentação são bastante acessíveis.

Em cidades menores e em bairros afastados do centro, o valor do aluguel é quase metade do valor pago em grandes centros, como Madrid e Barcelona, por exemplo.

Além disso, o país conta com um bom sistema de saúde pública e a qualidade do ensino público também é excelente. Poder contar com serviços gratuitos certamente é um ponto bastante positivo na hora de analisar o seu custo de vida em um país.

Vale a pena trabalhar na Espanha?

Certamente, essa é uma pergunta bastante pessoal.

A Espanha é um país que oferece muita segurança e qualidade de vida. No entanto, esse não é o destino ideal para quem pensa em enriquecer em pouco tempo.

Ganhando o sueldo mínimo interprofesional, uma pessoa pode viver bem, mas sem muitas regalias. Se encontrar um emprego mais qualificado, a remuneração será maior e você terá mais conforto.

Portanto, a resposta para a pergunta inicial é: sim, vale a pena trabalhar em solo espanhol. Para isso, você deverá se planejar financeiramente e ajustar as suas expectativas sobre o seu período de intercâmbio.

Durante a temporada de estudo e trabalho na terra de Cervantes, você irá adquirir uma bagagem cultural, acadêmica e profissional de valor imensurável – e isso deve pesar em sua balança.

Portanto, mais do que o salário mínimo na Espanha, você deve também deve analisar o que o país tem para oferecer para a sua vida.

Entre em contato com a equipe Intercultural e nós te ajudaremos a encontrar o melhor programa de intercâmbio para sua carreira!