Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Conheça a rotina de trabalho em um acampamento americano

Conheça a rotina de trabalho em um acampamento americano

Ser um monitor de acampamento no exterior é um dos intercâmbios mais divertidos que existem! No Camp Counselors USA você se diverte trabalhando, igual aos filmes de sessão da tarde!

Para você conhecer melhor a rotina, o Michel, intercambista de Jaraguá do Sul/SC, contou todos os detalhes do dia-a-dia no camp. Conheça:

“São tantas memórias que passam pela minha mente que nem sei por onde começar! 

Bem, eu acho que um bom começo seria agradecendo todo o suporte da Intercultural Jaraguá do Sul, em especial a Bruna que teve uma paciência enorme comigo, que dentre tantos orçamentos solicitados e dúvidas esclarecidas, fez um trabalho impecável! Muito Obrigado!

O programa Camp Counselors é incrível para quem quer fugir dos intercâmbios tradicionais, assim como eu queria! Afinal eu já estava estudando inglês por mais de 7 anos e não queria viajar para passar mais tempo numa sala de aula!

Eu queria vivenciar o dia a dia numa forma mais real, enfrentando as situações diárias e foi isso que esse programa me proporcionou! Tive uma certa dificuldade inicial em entender o idioma, é claro, mas depois deu tudo certo, você acaba entendendo perfeitamente, e as vezes até se pega pensando em inglês, é inacreditável!

trabalhar-legalmente-exterior
Quadra de esportes e no fundo a Dining Hall, onde fazíamos todas as refeições

Após duas entrevistas online que não renderam uma contratação, fiquei um pouco frustrado, mas as meninas da Intercultural sempre deram apoio, e na minha terceira entrevista fechei acordo com o YMCA Camp Nissokone, em Oscoda, Michigan.

O lugar era absolutamente incrível, era encantador e enorme, de fronte a um lago!

camp-counselor
Semana de treinamento – jogando Nine Squares

Todo o pessoal super simpático, atencioso e disposto a ajudar. Eu passei 12 semanas no acampamento, no qual a primeira semana foi assim bem tranqüila para conhecer o local e dar uma relaxada após longas horas de viagem até chegar no acampamento (cheguei alguns dias antes, junto com outros intercambistas também).

Na segunda semana tivemos um treinamento de como lidar com algumas situações que poderiam ocorrer, praticamos as atividades oferecidas pelo acampamento a fim de aprender práticas de segurança, primeiros socorros, etc…

Nas seis semanas seguintes trabalhamos diretamente com as crianças cuidando e realizando as atividades com elas e nas demais semanas trabalhamos com grupos fechados, facilitando as atividades do acampamento para eles.

vaga-nos-estados-unidos
Fazendo S’mores

Basicamente as nossas semanas começavam nos domingos com a chegada das crianças no período na tarde e terminavam nos sábados pela manhã com a saída das crianças; algumas delas ficam mais de uma semana (essas eram chamadas de Stayover Kids) então um grupo de 4 monitores e 1 diretor, ficavam trabalhando no final de semana.

trabalhar-no-exterior
Como diziam no camp, se você não estiver todo pintado após um dia de trabalho com os Day Campers, você não trabalhou direito! E olha que eu só trabalhei com elas pouco mais de 1 hora. #tudopelascrianças

Após a saída das crianças tínhamos que limpar as cabines e demais áreas do acampamento para o próximo grupo. Quando terminávamos a organização, que normalmente ocorria perto do meio-dia, nós tínhamos 24h de folga.

Aqueles monitores que ficavam no final de semana, ganhavam as 24h de folga durante a semana; e eu trabalhei num desses finais de semana. Dentro de um cronograma, também ganhávamos uma “noite” de folga durante a semana.

trabalhar-em-usa
Campout

Dormíamos em cabines com capacidade para 12 pessoas (10 crianças e 2 monitores), diariamente no período da manhã era realizado as atividades do acampamento em grupos conforme cronograma e cabine. Já no período da tarde as crianças podiam escolher uma atividade do acampamento para praticarem, buscando desenvolver suas habilidades durante a semana.

acampamento-americano
Trilha matutina de cada dia.

Dentre essas atividades eu era um dos responsável no Rancho com os cavalos, no período na manha realizávamos trilhas a cavalo e no período da tarde ensinávamos técnicas de como andar, trotar e cavalgar corretamente, de acordo com o nível de experiência, corrigindo principalmente a postura e movimentos, e as vezes fazíamos mais trilhas.

trabalhar-nos-estados-unidos
Water Wednesday – todas as quartas levávamos alguns cavalos ao lago. Essa era a Bessie, ela adorava ir ao lago.

As crianças aprendiam também de como cuidar dos animais, ajudando na alimentação deles e limpeza do rancho. No final da tarde era realizado mais uma atividade com a sua cabine e a noite depois da janta, tínhamos outra atividade referente ao tema da semana. Alguns temas desse ano foram por exemplo Star Wars, Jurassic Park e Harry Potter. Era muito fácil ter atividades até 9 horas da noite, afinal era apenas nesse horário que escurecia.

trabalhar-nos-estados-unidos
Novidade no acampamento, uma espécie de dodgeball com arco e flecha – Arrow Tag

Outra modalidade oferecida pelo acampamento era o Day Camp, onde crianças pequenas, aquelas muito jovens ainda para dormirem no acampamento, passavam o dia conosco, como se fosse uma espécie de creche, e no final do dia por volta das 17h os pais vinham buscar.

Toda quarta à noite nós acampávamos pelo acampamento, assávamos Pita Pizzas na fogueira para a janta e também marshmallow, fazendo o tão famoso S’mores para sobremesa (é uma delícia)! E claro dormíamos em barracas ou às vezes em redes. Nas quartas não tínhamos as últimas duas atividades do dia!

camp-counselor
Times Squares

Foi uma experiência inesquecível e com certeza eu voltarei ao acampamento se possível! Fiz amizades com pessoas da Espanha, Polônia, Irlanda, Reino Unido, França, entre outros.

trabalhar-nos-estados-unidos
Magic Kingdom

Não é uma jornada fácil, afinal a carga horária de trabalho é bem longa e cansativa, e nem pense que se ganha tão bem assim; mas as amizades, o conhecimento adquirido sobre a cultura local e as histórias que ficam valem à pena.

acampamento-americano
Brooklyn Bridge

Embora não seja tão bem remunerado assim, você não tem gastos com acomodação nem alimentação.

Após o final do contrato e visto de trabalho você tem 30 dias para viajar pelo país, e claro que fui aproveitar um pouco! Passei uma semana em Nova York e praticamente duas semanas em Orlando, aproveitando muito essas merecidas “férias”!!!”

trabalhar-legalmente-exterior
Universal – Wizarding World of Harry Potter

Curtiu? Conheça mais sobre o programa e seja um counselor!

RELACIONADOS
Já Fui! Já Fiz! Rodrigo conta sua experiência
Confira o depoimento de Rodrigo Vastella, que fez um intercâmbio no Canadá e saiu do inglês básico ao avançado em 6 meses.
eu-fui-ilsc-maria-clara
Curso de francês no Canadá: Maria Clara conta como foi
O intercâmbio é uma experiência inesquecível! Confira o depoimento da Maria Clara, que estudou francês em Montreal, no Canadá!
curso-vet-australia
Curso VET na Austrália: Maurício conta sua experiência
Já imaginou atravessar o oceano para fazer um intercâmbio e ainda obter uma certificação internacional? Maurício conta como foi fazer um VET na Austrália!
Carregando

Faça seu orçamento

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.