10 melhores invenções de viagem de todos os tempos - Intercultural
Data Representação de um calendário 27/06/2012

10 melhores invenções de viagem de todos os tempos

10 melhores invenções de viagem de todos os tempos

Muitas das facilidades diárias que temos em viagens, desde o cartão do quarto ao site em que a viagem foi comprada, são responsáveis por revolucionar o mundo das viagens. Alguns itens aparentemente banais,tem um impacto muito grande no modo como visitamos o mundo. Veja quais são as invenções mais importantes que merecem crédito, segundo Caroline Costello, do SmarterTravel.com
1) Cartão magnético para portas dos quartos
Um pequeno pedaço de plástico tornou os hotéis mais seguros e mais convenientes para os viajantes. Os cartões magnéticos surgiram nos anos 50 e, desde então, tornaram-se o meio de entrada nas acomodações ao redor do mundo. O cartão apresenta inúmeras vantagens, como o número ilimitado de cópias, fácil reposição em caso de perda, e o melhor: cabe no seu bolso!

2) Smartphone
Se você quer ouvir um aúdio tour, ler revisões de hotéis, construir um itinerário ou tirar fotos panorâmicas, vai existir um aplicativo para isto. Mas as melhores vantagens de viajar com um smartphone ainda estão por vir. A Apple conseguiu uma patente que permite aos viajantes de avião utilizarem seus iPhones para armazenar documentos de identificação e cartões de embarque. Esta tecnologia vai trabalhar em conjunto com as inovações de segurança nos aeroportos, que poderão utilizar reconhecimento de face ou de retina com a identificação eletrônica armazenada nos smartphones.

3) Cartões de Crédito
Os cartões de crédito apareceram pela primeira vez nos anos 20, mas não ganharam popularidades até 1950, quando a Diners Club e a American Express emitiram seus primeiros cartões. Os viajantes hoje em dia usam os cartões para ganhar milhas, conseguir uma taxa de câmbio melhor e manter o controle dos gastos. Porém o mais importante, é que os cartões de crédito são uma alternativa mais segura do que levar dinheiro em espécie nas viagens.

4) Adaptadores de tomadas e conversores
A Comissão Internacional Eletrotécnica ( IEC) desenvolveu um padrão mundial de plug, mas até agora somente o Brasil começou a utilizar. Então, neste momento, existem pelo menos uns 12 tipos de plugs pelo mundo. Mas, surpreendentemente, dois acessíveis dispositivos são tudo que você precisa para ter acesso  as loucas variações de sistemas elétricos pelo mundo: um adaptador universal e um conversor. Sem eles, os viajantes precisariam de uma variedade de eletrônicos quando passassem por diferentes países.

5) Câmera Digital
Qualquer pessoa com um máquina digital na mão, é livre para para recordar todos os momentos com uma infinidade de imagens da viagem, e graças às tecnologias relacionadas, compartilhá-las em um piscar de olhos.
Esta invenção revolucionária é relativamente recente. A máquina comemorou o seu 35º aniversário em 2010. As câmeras já foram muito grandes e custaram muito caro, mas ao longo dos anos ficaram menores, com melhor resolução e para a sorte dos viajantes, mais baratas.

6) Seguro de Viagem
A única segurança contra a Lei de Murphy para viajantes é o seguro de viagem. Ele vem salavando os explorares do mundo dos imprevistos da viagem, como cancelamento de voos, catástrofes naturais, bagagens perdidas e  outros imprevistos por quase um século.

7) Reserva de viagens online
No meio dos anos 80, alguns viajantes começaram a reservar viagens nos computadores de casa, por um sistema de reservas chamado Easy Sabre. Mas a tendência demorou para atingir a comunidade viajante,pois os primeiros sistemas online de reservas requeriam comandos manuais com muitos códigos, e não eram nada fáceis de utilizar. Quando a Expedia ( lançado pela Microsoft) e a Travelocity lançaram-se no mercado, em 1996, menos de 1% dos viajantes utilizavam a web para reservar viagens.

Quanto menos complicado se tornou comparar tarifas e comprar uma passagem online, mais viajantes migraram das agências para a internet. Naturalmente que agentes de viagem podem oferecer um serviço mais personalizado que qualquer sistema de computador. Mas as facilidades e a rapidez para pesquisar horários de voos e tarifas, verficar hotéis e muito mais, tem transformado a maneira como planejamos e compramos nossas viagens.

8) GPS 
Navegação – especialmente em estradas cheias de curvas em países estrangeiros – ficou muito mais fácil quando a Global Positioning System (GPS) ficou acessível para a maioria dos viajantes. Desenvolvido primeiramente para o uso militar, o GPS com softwares de mapas, é comumente utilizado em carros, smartphones e até bicicletas.

9) Malas com rodinhas
As malas com rodinhas celebraram seu 40º aniverário em 2010, completando 4 décadas de músculos salvos e costas recuperadas. Pode ser difícil imaginar que demorou até os anos 70 para um viajante customizar sua pesada mala e fincar rodinhas na parte de baixo. O homem que fez isso é Bernard D. Sadow, vice-presidente da U.S. Luggage. Ele possui uma patente nos Estados Unidos, e conta que estava carregando um par de malas muito pesadas com a esposa quando uma luz se acendeu.

10) Motor à jato
Carros, trens e navios são certamente algumas das invencões de viagem mais importantes de todos os tempo. Mas, somente uma máquina – o avião – torna possível para o viajante cruzar os oceanos em poucas horas.
Mas antigos aviões de hélice e pistão não tinham esta facilidade, que tornou possível o tranporte de passageiros  de um ponto de partida para um de chegada com um bom custo-benefício e em tempo hábil. Além do que, era uma experiência desconfortável e  barulhenta. E somente os muito ricos podiam se dar ao luxo de voar.
Uma vez que os motores à jato se tornaram padrão para a aviação comercial, as viagens se tornaram mais e acessíveis muito mais rápidas – e os capacetes para os passageiros viraram coisa do passado. Um dos primeiros comerciais de voos com motor à jato, uma viagem da Pan Am de New York para Londres, surgiu em 1958, inaugurando o que muitos chama de “idade de ouro” do transporte aéreo comercial.