Data Representação de um calendário 09/09/2016

10 melhores países para fazer intercâmbio antes dos 30

10 melhores países para fazer intercâmbio antes dos 30

O intercâmbio é uma oportunidade única na vida de qualquer pessoa, já que permite aos viajantes desenvolver novos conhecimentos e obter uma bagagem cultural imensa ao conhecer outros povos.
Entretanto, escolher o melhor lugar não é uma tarefa fácil, diante das diversas opções que temos e com tantas diferenças entre elas. Mas fique tranquilo que vamos te ajudar! Conheça, neste post, os melhores países para fazer intercâmbio e prepare-se para uma das experiências mais fantásticas da sua vida!

1. Estados Unidos

Seja para obter experiência profissional ou para aprimorar o seu inglês, os Estados Unidos são um dos melhores países para fazer intercâmbio devido à sua variedade de cidades com características tão diferentes e marcantes: a mistura de modernidade e história de Boston, o ar descolado de São Francisco e o agito de Nova Iorque, por exemplo.
Independente de qual cidade você escolher, passar uma temporada no país norte-americano proporcionará um grande desenvolvimento pessoal e educacional, já que possui universidades e escolas de primeiro nível em todo o seu território, com oportunidades de bolsas para estrangeiros.

2. Inglaterra

Se o seu objetivo é conhecer o velho continente e você gosta do estilo rebuscado do inglês britânico, um dos melhores destinos para aprender o idioma é, sem dúvidas, a Inglaterra. A terra da rainha possui algumas das mais renomadas universidades do mundo, como Oxford e Cambridge, e cursos de excelente qualidade.
Londres, a capital do país, é um dos maiores centros financeiros do mundo, tem muitas opções de lazer e um transporte público organizado e eficiente. Além disso, você poderá conhecer outros países que fazem parte do Reino Unido, como Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales e, assim, obter uma bagagem cultural ainda maior.

3. Espanha

Não há melhor lugar no mundo para estudar espanhol do que no país onde o idioma surgiu, certo? A Espanha é um charme, rica em cultura e tradições típicas que encantam os intercambistas, que são recebidos de braços abertos. Além disso, o país tem um clima agradável e ótima vida noturna nas suas principais cidades, como Madrid, Barcelona e Valência.
Mas não pense que é só isso! A Espanha se destaca como um dos melhores países para fazer intercâmbio também pela sua educação de primeira qualidade e os preços convidativos para os visitantes.

4. França

Avez-vous déjà visité la France? A França dispensa apresentações! O charme de andar pelas ruas da sua capital, Paris, e contemplar a Torre Eiffel de perto são experiências inesquecíveis. O estudante que passa uma temporada no país terá contato com diversos tipos de arte, como dança, teatro, moda, artes visuais, arquitetura, cinema e música diretamente na fonte.
O país possui universidades e escolas entre as melhores da Europa e do mundo, e dominando o idioma (que é considerado fácil de aprender), é possível conseguir bolsas de estudo. Antiga língua universal, há cerca de 220 milhões de falantes do francês no mundo, em países de todos os cinco continentes. A França guarda outras pérolas além de Paris: Nice, Lyon e Bordeaux são algumas das melhores cidades do interior francês.

work-travel-banner

5. Canadá

O Canadá também é um dos países para fazer intercâmbio queridinhos dos brasileiros. Uma das curiosidades sobre o país, que fica ao norte dos Estados Unidos, é que ele possui dois idiomas oficiais — inglês e francês — sendo, portanto, uma excelente opção para quem deseja aprender um dos dois idiomas que estão entre os mais populares no mundo. Ou os dois!
Possui diversas cidades famosas, como Montreal, Vancouver, Toronto e Ottawa (sua capital), e todas elas se caracterizam pela excelente qualidade de vida e segurança. Apesar do frio e de muitas diferenças culturais, o Canadá guarda algumas semelhanças com o Brasil: seu povo hospitaleiro, a aptidão por celebrar a vida e a diversidade, já que também é uma nação formada por imigrantes de diversas partes do mundo.

6. África do Sul

Geralmente, esse país africano não está entre as principais opções dos estudantes brasileiros, mas cada vez ganha mais destaque. O seu grande diferencial é o custo: estudar inglês na África do Sul é bem mais barato que aprender o idioma em Nova Iorque ou Londres, por exemplo, devido à valorização do real em relação ao Rand, a moeda local.
E o país tem muitos atrativos além do preço reduzido! Há diversas opções para praticar esportes radicais e, se desejar, você conseguirá até mesmo trabalhar durante o intercâmbio. Se você imagina um país pobre devido à sua localização, mude seus conceitos, pois a África do Sul se revela como uma nação moderna e pujante.

7. China

A China é, inegavelmente, uma das grandes potências mundiais, e o fato de ser o país mais populoso do mundo, com 1,3 bilhão de pessoas, faz do mandarim o idioma mais falado de todo o planeta atualmente. Esses são os dois motivos que despertam cada vez mais nos brasileiros o interesse por aprendê-lo.
Como o governo chinês mantém sua moeda desvalorizada para incentivar as exportações, o país possui um custo de vida interessante: o transporte público, por exemplo, custa menos de R$ 1 e as refeições, muitas vezes, não ultrapassam os R$ 5. Além disso, sem dúvidas as cidades chinesas proporcionarão um dos maiores choques culturais que um brasileiro pode experimentar — e isso é enriquecedor. As vantagens de passar uma temporada na China são muitas!

8. Alemanha

A fama de frio do alemão não passa de mito: o país recebe bem seus intercambistas e proporciona grandes oportunidades de aprendizado. O alemão é, obviamente, o idioma oficial, mas o país considera o inglês como segundo idioma, o que faz de lá um excelente destino para estudantes das duas línguas.
A Alemanha possui uma rede de ferrovias que facilita a locomoção por diversas cidades: Berlim, Munique e Frankfurt estão entre as principais. O brasileiro que optar por essa grande nação terá como vizinhos a Dinamarca, Polônia, República Tcheca, Áustria, Suíça, França, Luxemburgo, Bélgica e Holanda. Se for possível dar uma esticada a um deles, será uma ótima experiência!

9. Argentina

Por diversos motivos, a Argentina é um ótimo país para os brasileiros que querem aprender ou aperfeiçoar espanhol. O custo de vida é baixo e sua proximidade com o Brasil e o fato de fazer parte do Mercosul facilitam a vida dos estudantes: não é preciso apresentar passaporte para entrar no país.
Buenos Aires é considerada uma cidade de fácil locomoção, tanto a pé quanto pelo transporte público, com uma culinária de ótimo gosto (como resistir às deliciosas empanadas?), ótimos pontos turísticos e cultura muito rica. Outras cidades argentinas também têm muitas qualidades, como Bariloche e Córdoba. Se o seu foco é o espanhol, nossos hermanos são uma ótima opção para intercâmbio.

10. Suíça

Por estar no centro da Europa, a Suíça faz fronteira com países importantes, como Alemanha, Itália e França. Mas o mais interessante sobre esse país é o fato de ter várias línguas oficiais: dependendo do local onde estiver, o estudante intercambista falará alemão, francês ou italiano, além do romanche, um idioma em extinção.
O país guarda lugares com visual natural deslumbrante e suas cidades têm altíssima qualidade de vida. Assim como a Alemanha, a Suíça possui uma rede ferroviária extensa e de qualidade, que permite ao morador conhecer países vizinhos com facilidade — ampliando ainda mais suas experiências culturais.
Gostou da nossa lista com os melhores países para fazer intercâmbio no mundo? Então compartilhe este artigo com seus amigos nas redes sociais!

estudar-canada-banner