Data Representação de um calendário 09/04/2014

13 erros cometidos por estudantes no exterior

13 erros cometidos por estudantes no exterior

Quais são os erros mais comuns que os estudantes que estão passando uma temporada no exterior cometem?
São erros muito comuns, gerados principalmente pela falta de experiência ou por ser, muitas vezes, a primeira vez que o estudante está viajando sozinho, sem o auxílio dos pais ou amigos. Fique esperto para que você não caia nos mesmos erros.
Veja quais são:
1. Marcar todas as suas viagens de fim de semana com antecedência
Uma das melhores partes de se estudar no exterior é explorar as cidades e países próximos. É tentador sair fazendo reservas com antecedência, na expectativa de já preencher o tempo com todas as aventuras que o aguardam. Mas pode ser melhor esperar até você chegar lá. Muitas companhias aéreas de baixo custo e albergues são fáceis de reservar em cima da hora e dá aquela sensação de aventura de embarcar de última hora para um lugar desconhecido. Então, deixe algum espaço na sua agenda.

2. Não fazer um planejamento orçamentário
Você deve ter um orçamento semanal para referições, bares, transporte, excursões à confeitaria da esquina. Você precisa de um orçamento para as viagens de fim de semana. E também para souvenirs ou presentes que você queira comprar. Orce os seus gastos, como forma de se prevenir e gastar bem o seu rico dinheirinho, sem deixar de fazer o que lhe interessa.

3. Não aprender o idioma
Não ache que todo mundo vai falar a sua língua. Aprenda o básico antes de ir e faça um curso do idioma quando você chegar lá, se você estiver estudando outra coisa. Você vai voltar com uma habilidade a mais e vai ganhar mais respeito dos locais se você se esforçar para se comunicar com eles.

4. Não morar com uma família ou estudantes locais
Morar com uma família hospedeira (host family) adiciona toda uma nova dimensão para estudar no exterior. Você consegue ter uma ideia muito mais real sobre como os locais vivem. Se você não quer ou não pode viver com uma família hospedeira, morar num residencial estudantil com estudantes locais é a segunda melhor opção. Passar seu tempo com estudantes do seu próprio país ou escola é divertido, e nada impede que você faça um pouco disso, mas você terá uma experiência de imersão muito mais completa se você conviver com locais.

5. Não prestar atenção na orientação
Você demorou um tempão para chegar ao seu destino e você está tão animado de estar lá. Prestar atenção na orientação do programa parece ser a última coisa que você quer fazer. Mas a orientação pode ser cheia de dicas e informações importantes que podem ajudá-lo bastante se você prestar atenção.

6. Comprar um caro telefone internacional
Faz sentido comprar um telefone local, pré-pago, para o tempo que você ficar no exterior. E você pode pensar que precisa de um telefone de última geração, com câmera, internet etc. Mas, honestamente, você não precisa disso. Compre um telefone mais simples, já que será temporário, e se você for roubado, perder, deixar cair, você não vai se importar tanto. Você terá o seu telefone de casa para usar com WiFi quando precisar.

7. Pensar que as regras locais não se aplicam
Só porque algo é feito de forma diferente no seu país, não quer dizer que você possa simplesmente ignorar as normas ou os costumes locais. Dizer “não sou daqui” não será aceito como desculpa. Você pode ir preso por infringir as normas locais, fora os olhares de constrangimento que você vai receber quando fizer algo muito fora do habitual para os locais. Seja você mesmo, mas consciente do mundo à sua volta.

work-travel-banner

8. Viajar muito
É ótimo sair conhecendo o máximo de lugares que você puder, mas se você viajar todo fim de semana e nunca tiver tempo para explorar a cidade onde estiver morando, você estará perdendo muita coisa boa. Sair correndo pela cidade para “ver tudo” também é uma ótima forma de não ver nada. Vá devagar, escolha as coisas que você realmente quer ver e sua experiência será muito mais memorável.

9. Fazer festa demais
Em primeiro lugar, você estará sempre de ressaca, e será difícil você ver a cidade durante o dia. Em segundo lugar, algumas culturas tem o seu conceito do que é socialmente aceitável, incluindo as quantidades que você bebe, então sair cambaleante pelas ruas não lhe dará uma boa reputação. Mantenha a classe.

10. Não ler as letras miúdas das regras da sua passagem promocional
Especialmente se você usar as companhias aéreas de baixo custo para os seus passeios de fim de semana, lembre-se de ler bem as suas regras. Ou você poderar morrer com uma nota preta em excesso de bagagem ou até por não imprimir seu ticket de embarque com antecedência. Previna-se.

11. Documentar todos os momentos do seu semestre no exterior
Tirar fotos e atualizar suas redes sociais é totalmente normal. Mas quando você se consome em fazer milhões de álbuns no facebook, colocar uma fotinho no instagram toda vez que encontra um sinal de WiFi, ou ficar tirando selfies ou snapchats a cada 5 minutos, você vai perder metade da diversão.

12. Voar para aeroportos obscuros porque é mais barato
Pode fazer sentido voar para aquele aeroporto desconhecido a uma hora de Paris, mas a não ser que o ticket seja muito mais barato, pode ser um barato que sai caro. Você vai perder mais tempo, esforço e dinheiro para sair e chegar no aeroporto e isso pode fazer falta no seu precioso fim de semana.

13. Ter saudade das coisas que podem estar acontecendo em casa
Medo de perder o que está acontecendo em casa vai acontecer, inevitavelmente, ao você ver o que seus amigos estão fazendo na sua cidade de origem. Pare de obsessivamente acompanhar tudo no facebook e de ficar conversando diversas vezes por dia no skype ou no whatsapp com eles e comece a viver o momento. As chances de você estar se divertindo no exterior são muito maiores do que as de seus amigos estarem se divertindo em casa. Então pense nisso e viva a sua viagem!

 Fonte: HuffingtonPost, foto de Andrew Rich via Getty Images

estudar-canada-banner