Como planejar o roteiro de uma viagem para o exterior – O guia para iniciantes - Intercultural
Data Representação de um calendário 14/07/2019

Como planejar o roteiro de uma viagem para o exterior – O guia para iniciantes

Se você quer fazer uma viagem para o exterior, mas não sabe por onde começar a se organizar, este Blog Post é ideal para você. Confira tosas as dicas que nós preparamos!

Quer saber como planejar o roteiro de uma viagem para o exterior? Você decidiu que quer ter uma experiência lá fora, mesclando trabalho, estudos e muita diversão? Você está no lugar certo!

Viajar é um dos investimentos mais eficazes, capaz de proporcionar conhecimento e felicidade. Além disso, fazer um intercâmbio e se envolver com novas culturas, fazem o nosso lado humano e sensível evoluir ainda mais.

Mas vamos ao que interessa: descubra como planejar o roteiro de uma viagem para o exterior!

1 – Comece pela parte burocrática

O seu desejo de conhecer outro país está prestes a se realizar, uma vez que você já tomou a decisão. Agora, chegou o momento de pesquisar e planejar muito. Para quem é iniciante, a dica é começar pela parte burocrática, como passaporte, vistos e vacinas. Porém, a obrigatoriedade de cada um desses itens vai depender do destino que você escolheu.

Se você vai fazer intercâmbio, por exemplo, a agência auxilia nas informações e orienta a respeito de todos os trâmites, tornando o seu planejamento mais fácil. Mas comece sempre por essa parte e, depois, é hora de pensar no roteiro.

2 – Definindo o destino

Muitos viajantes iniciantes esbarram na hora de escolher o destino. Em meio a tantas opções, aliada a vontade de conhecer o mundo todo, fica difícil bater o martelo e escolher o local da sua primeira viagem. Então, a dica se fazer os seguintes questionamentos:

– O que eu gosto de fazer?
– Qual idioma gostaria de aprender?
– Quais culturas tenho curiosidade de conhecer?
– Qual é o valor que tenho disponível para investir?

Isso irá dar uma boa visão sobre qual caminho escolher. Os intercambistas costumam estudar um período do dia e ter o outro livre, por isso, sempre sobra tempo para curtir o local e conhecer os pontos turísticos.

Se você gosta de praia, turismo de aventura e quer aprender inglês, a Austrália pode ser uma excelente opção, por exemplo.

3 – O que levar?

O tamanho da sua mala vai depender do seu estilo e do tempo em que permanecerá no local. Quem vai para estudar, com a experiência do intercâmbio, o período costuma ser muito maior do que uma viagem tradicional, então, é natural levar mais coisas.

O seu destino é de predominância de calor ou frio? Se for para a Europa, opte por comprar casaco lá, que além de ter mais qualidade é bem mais econômico.

Roupas e sapatos confortáveis, óculos de sol, calça jeans e mochila para o dia a dia são itens obrigatórios. Mas não é necessário levar uma quantidade muito grande para não pesar muito na mala e você precisar pagar por excesso.

4 – Amplie sua experiência

Que tal aproveitar para ampliar a sua experiência de intercâmbio e também trabalhar? Além de aprender e aprimorar seus conhecimentos, poderá ainda faturar uma graninha para conhecer outras regiões durante a sua permanência no país.

Uma dica é o Work and Study, um programa para estudantes universitários que também desejam trabalhar. O programa de intercâmbio de trabalho e estudo é oferecido na Austrália, Nova Zelândia, Irlanda, Malta, Espanha, Dubai (Emirados Árabes).

Com um bom planejamento e roteiro bem organizado, a sua experiência será inesquecível!

Gostou destas dicas? Continue acompanhando nosso blog e fique por dentro das nossas novidades.