Data Representação de um calendário 23/09/2013

Dubai com Bernardo Amorim

Dubai com Bernardo Amorim

Nosso parceiro Bernardo Amorim, do site Must Do, resolveu conhecer Dubai e conta tudo o que viu por lá:
“Sem muitas expectativas, aproveitamos que estávamos pela Turquia e esticamos a viagem até Dubai.
O vôo da Emirates já é uma atração a parte, e quando chega em Dubai, o aeroporto já é muito suntuoso.

A cidade é demais, eu resolvi ficar no hotel Atlantis, que fica localizado na palmeira artificial. Gostei bastante do hotel e recomendo. Tem toda a parte da praia e parque aquático que são bem bacanas. Os quartos são enormes e os restaurantes são muito bons, em especial o Kaleidoscope, que serve cozinha internacional, nada mais é do que um enorme buffet dividido entre diversos países com as comidas típicas de cada um. O café da manhã é muito bom, tem tudo que você pode imaginar.

A parte nova de Dubai é a coisa mais impressionante que já vi, tudo muito moderno e bonito, e é muito legal pegar aqueles ônibus de turismo para conhecer a cidade toda, inclusive a parte velha de Dubai, onde você encontra a Gold Souk!! Sim, o ouro é muiiito barato lá, e eles sempre negociam bastante o preço, basta pechinchar!

Os dois shoppings que valem a pena ir são o Mall of the Emirates e o Dubai Mall.
O primeiro abriga um dos maiores resorts de Ski indoor do Mundo com 22500 metros quadrados de área de patinação. Um sistema extremamente eficiente de isolamento é a chave para manter a temperatura de -1 graus Celsius durante o dia e -6 graus durante a noite, quando a neve é produzida. Vale a pena conferir.

Para as compras recomendo o Dubai Mall, o mais novo e completo Shopping de Dubai. Os preços achei parecidos com os do Brasil, nada muito barato! É muito engraçado ver os Sheiks andando com suas diversas esposas pelos corredores. O shopping chega a ser tão grande, que são disponibilizados “taxis” para andar pelo shopping.

work-travel-banner

Anexo ao Shopping encontramos o Armani Hotel, que já me recomendaram e realmente parece ser bem bacana, a uma diária girando em torno de 7000 dólares na baixa temporada, e temos ainda o Burj Khalifa, o maior prédio do Mundo, com 828m de altura e 160 andares habitáveis. Dá para visitar até o  andar 124 a 442 metros de altura. Custa em torno de 27 dólares para subir.

Outro programa indispensável, é reservar e tomar um drink no Sky Bar, no Burj Al Arab, um dos cartões postais de Dubai. O hotel que mais parece uma Vela, chega a ser meio cafona, com muito ouro e decoração muito extravagante. O drink sai em média 120 reais.

Um passeio que fizemos que achei bem bacana também, é um rali pelo deserto. Você vai de jipe pelas dunas fazendo manobras radicais e para num oásis para uma refeição e apresentação de danças típicas.

Para conhecer bem a cidade, recomendo ficar pelo menos uma semana, e ainda dar uma esticadinha em um dia para conhecer Abu Dhabi, onde fica também o parque de diversões da Ferrari.

Nós pegamos o verão deles, chegava a fazer 53 graus a temperatura. E ainda pegamos o Ramadã, o período em que eles não podem comer e nem beber nada até o pôr-do-sol, o que nos fez sentir na pele os costumes deles. As cadeiras da praça de alimentação dos shoppings estavam todas em cima da mesa. Alguns poucos restaurantes abertos para turistas, tinham que ser tampados, para ninguém ver de fora.
Eu adorei Dubai, recomendo para todos. Liga lá na Intercultural e agende a sua viagem!
Abraços!”
E então? Gostou das dicas do Bernardo? Ele tem sempre recomendações ótimas, de viagens e muito mais, no site Must Do.

estudar-canada-banner