Data Representação de um calendário 20/01/2016

Qual o ganho pessoal de quem faz intercâmbio?

Qual o ganho pessoal de quem faz intercâmbio?

Não é incomum ouvir pessoas relatarem que o intercâmbio foi uma das melhores experiências da sua vida. Muito mais do que uma turbinada no currículo, viver em outro país é capaz de despertar no intercambista o autoconhecimento em um curto espaço de tempo, além de proporcionar uma nova visão sobre o mundo e desenvolver habilidades que a pessoa sequer sabia que existiam. Se você ainda tem dúvidas do ganho pessoal que o intercâmbio pode proporcionar, confira o post a seguir!

Você aprenderá idiomas como um nativo

Muitas vezes, ao aprender um idioma em nosso próprio país, acabamos adquirindo um sotaque diferente ou pronunciando palavras da maneira incorreta. Um intercâmbio é a melhor experiência para imergir em um novo idioma com os melhores professores possíveis: o povo local. Com eles, em pouco tempo, você será capaz de entender palavras que pareciam incompreensíveis e se comunicar de maneira mais rápida e natural.

Você aprenderá a enxergar o mundo com outros olhos

A oportunidade de viajar, conviver com diferentes povos e culturas e falar outras línguas é uma chance única de enxergar o mundo com outros olhos. Estar em um ambiente novo desperta a curiosidade e te faz prestar mais atenção nele, nos seus problemas e nas suas questões sociais, de uma forma diferente de como acontece no seu país. Essa é uma maneira de julgar menos e entender que o mundo é grande demais para ser igual. Um hábito saudável para a vida em geral, que acaba se tornando mais leve e interessante.

Você passará a questionar mais

Pessoas que viajam se tornam agentes de transformação por enxergarem que existem centenas de formas de melhorar o ambiente em que vivem. A diversidade cultural e os trabalhos voluntários e sociaisque podem ser realizados durante o intercâmbio serão capazes de despertar em você um posicionamento mais crítico e humano. Com o tempo você perceberá que está questionando mais as questões culturais, políticas e até mesmo as humanas.

Você se tornará mais corajoso e independente

Algumas pessoas perdem excelentes oportunidades na vida pessoal e profissional por medo de enfrentar o desconhecido. Durante um intercâmbio, por mais bem planejado que ele tenha sido, será inevitável encarar desafios e dificuldades — seja com a língua, com a cultura ou em uma simples ida ao supermercado. Com o passar do tempo, problemas complexos se tornarão mais fáceis de serem resolvidos, você começará a encontrar mais coragem em si mesmo e a confiar na sua própria capacidade. Esse é um amadurecimento emocional que muitas pessoas não encontram durante toda a vida.

Você aprenderá a se relacionar melhor com as pessoas

Viver em outro país é uma excelente forma de vencer a timidez e os problemas com relacionamentos. O intercâmbio te põe em contato, por uma série de razões, com pessoas que você não tem a oportunidade de conhecer no seu próprio país, e cada uma delas traz um mundo novo, hábitos diferentes e visões únicas sobre a vida. Esse tipo de aprendizado nem sempre está presente nos livros, e te ajuda a lidar com a diversidade e se relacionar melhor com quem está ao seu redor.

Você se tornará mais minimalista

Durante o intercâmbio, você é obrigado a aprender a viver com pouco. Não apenas nas roupas e sapatos que precisam caber em uma ou duas malas, mas também nas relações pessoais, nos objetos e, principalmente, nos gastos. Em um intercâmbio você consegue entender que é possível viver com menos do que imagina e aprende a usar esse pouco de uma forma criativa. Com isso, entende que o mais importante na vida é adquirir experiência, e não bens materiais.

Você aprenderá a valorizar mais a sua própria cultura

A experiência em um intercâmbio permite que as pessoas se libertem de preconceitos e possam enxergar melhor a realidade boa e ruim de cada cultura. Com o tempo frases como “isso só acontece no Brasil” de repente param de sair da sua boca e você começa a enxergar que todos os países têm problemas, seja no trânsito, na educação ou infraestrutura, e passa a valorizar mais a sua própria cultura, sente falta dos seus hábitos e, principalmente, do seu povo.
Pronto para realizar uma das melhores experiências da sua vida? Não deixe de conferir também 5 dicas para se adaptar a culturas diferentes!

work-travel-banner
estudar-canada-banner