Data Representação de um calendário 18/04/2021

Saiba como funciona o intercâmbio neste GUIA COMPLETO

Entenda como funciona o intercâmbio: o que é, quanto custa, onde fazer, principais vantagens e os melhores tipos de intercâmbio para estudar fora.

Se você tem muita vontade de estudar no exterior ou até mesmo trabalhar fora do Brasil, mas não tem ideia de como fazer isso acontecer, pode ficar tranquilo! Vem com a gente que vamos te explicar tudinho como funciona o intercâmbio.

Porém, antes de conhecer como funciona o intercâmbio, saiba que viver essa experiência fora do país é muito mais do que aprender um novo idioma ou alcançar voos mais altos na vida profissional. 

Por isso, antes de você descobrir todos os detalhes de como funciona o intercâmbio, é importante ter consciência de que essa viagem irá mudar sua vida para sempre e para muito melhor! É uma experiência enriquecedora e única!

Assim, para ajudar a explicar direitinho como funciona o intercâmbio no exterior, vamos responder a estas perguntas tão frequentes entre os estudantes brasileiros que desejam estudar no exterior. Confira com a gente:

  • O que é intercâmbio?
  • Como funciona o intercâmbio?
  • Quais os tipos de intercâmbio?
  • Quanto custa o intercâmbio?
  • Onde fazer intercâmbio?
  • Quais as vantagens do intercâmbio?

O que é intercâmbio?

Antes de saber como funciona o programa de estudos no exterior, é importante que você entenda o que é intercâmbio.

De acordo com o dicionário Michaelis, o termo intercâmbio significa a “correspondência mútua de relações entre nações que envolve comércio, cultura, esportes etc.”. 

Nesse sentido, a palavra intercâmbio significa uma troca e envolve o ato de viajar para outros país e nele permanecer por um período de tempo, com o objetivo de estudar, trabalhar e conhecer a cultura local.

No passado, o intercâmbio acontecia quando dois estudantes de lugares diferentes trocavam de país um com o outro, para vivenciar o dia-a-dia da outra cultura e ter uma troca de conhecimento. 

Nos dias de hoje, a maneira como funciona o intercâmbio evoluiu bastante. Dessa forma, não é mais necessário que um estudante estrangeiro venha para cá, para que outro aluno brasileiro possa ir a outro país. 

Ou seja, atualmente, a definição de o que é intercâmbio pode incluir qualquer viagem onde o objetivo principal de quem embarca seja trocar e adquirir conhecimentos interculturais em outro país.

Dessa forma, o intercambista tem a opção de estudar, trabalhar ou apenas imergir em outra cultura no novo país. 

Assim, definitivamente, ele retornará ao seu país de origem com um conhecimento bem maior do que quando iniciou a viagem. Além de adquirir vários outros aspectos super vantajosos que vamos desvendar para você em seguida.

Então vamos lá, começaremos agora a nossa grande aventura rumo ao mundo do conhecimento, explicando para você como funciona o intercâmbio. Confira!

Como funciona o intercâmbio?

Antes de tudo, o candidato ao programa de intercâmbio deve definir o objetivo da viagem: aprender um idioma, fazer um curso profissionalizante, um curso preparatório para exames ou cursar high school, graduação ou pós-graduação no exterior, por exemplo.

Além disso, em alguns países, pode incluir ainda a opção de estudo com trabalho, de acordo com as regras do governo local.

Entretanto, neste artigo, falaremos sobre como funciona o intercâmbio para estudar idiomas, que é o mais popular dentre os tipos de intercâmbio escolhidos por estudantes brasileiros. Confira como funciona o intercâmbio que inclui curso de idiomas.

Inicialmente, o estudante se matricula em um curso no exterior através de uma agência, como a Intercultural, por exemplo, que tem mais de 26 anos de experiência em programas de intercâmbio. 

Em seguida, apresenta toda a documentação necessária, realiza o pagamento das taxas aplicáveis e efetua a compra dos serviços desejados.

Acomodação durante o intercâmbio

Após chegar ao país de destino, o intercambista pode ficar hospedado na casa de uma família (host family) que vive no país escolhido ou em uma residência estudantil, junto com outros intercambistas. 

Dependendo do tipo de acomodação escolhida ou do contrato com a família, pode haver refeições inclusas no pacote. 

Com certeza, a hospedagem em uma casa de família é sempre uma oportunidade única de vivenciar a cultura local, através da experiência da vida cotidiana junto a uma família moradora daquele país.

Como é o curso de idiomas no exterior

No primeiro dia de aula, acontece uma das atividades mais importantes de como funciona o intercâmbio: é realizado um teste escrito e oral de nivelamento do conhecimento do idioma.

A partir do resultado, o aluno é encaminhado para a turma mais adequada ao seu perfil de estudante, que pode ser iniciante, intermediário ou avançado, por exemplo. 

Durante o curso, de acordo com a evolução da aprendizagem, sem dúvida, o aluno pode  passar para turmas mais avançadas, quando for o caso.

As turmas podem ser compostas por estudantes de todas as partes do planeta, o que garante grande diversidade e a possibilidade para o estudante brasileiro conhecer e se relacionar com pessoas de várias nacionalidades e culturas, enriquecendo o aprendizado.

Como são as aulas no curso

O tempo de aula varia de acordo com o tipo do curso que o estudante escolheu. Geralmente a carga horária é de 15 horas semanais, mas pode chegar até 40 horas por semana, de segunda a sexta.

A duração do curso também é flexível e existem cursos de idiomas de 1, 2, 3 ou mais meses e cursos superiores que podem durar anos, por exemplo.

As aulas incluem todo o conteúdo teórico sobre a língua, sua estrutura e seu vocabulário. Além de leitura, de escrita e atividades que incluem conversação, compreensão e interpretação de textos e situações cotidianas.

Os professores são nativos no idioma, especializados e possuem grande experiência no ensino de idiomas para estrangeiros.

Além disso, a maioria das escolas oferece uma programação de atividades extras, como passeios, festas e viagens. O aluno não é obrigado a ir, mas elas são ótimas oportunidades para a integração com os demais participantes do curso.

Assim como, também representam chances únicas para praticar a conversação, a vivência da cultura local, a interação com os nativos e a compreensão dos aspectos culturais do país.

Ao final de cada período no curso de idiomas, o aluno recebe um certificado com a carga horária, o tempo de estudo e a sua nota média.

Como já comentado, os itens apresentados na relação acima dizem respeito a como funciona o intercâmbio com curso de idiomas no exterior. 

Para os outros tipos de intercâmbio, os detalhes podem variar, mas sempre terão alguma semelhança com o que foi descrito aqui. 

Então, agora que você já sabe com funciona o intercâmbio com curso de idiomas, conheça outros tipos de intercâmbio no exterior, disponíveis na Intercultural:

Tipos de programas de intercâmbio

  • Intercâmbio de idiomas (cursos)
  • Cursos de férias teen (colônia de férias)
  • High School (ensino médio)
  • Estudo e trabalho (de acordo com as regras do país escolhido)
  • Educação superior (aprimoramento profissional, pré-universitário – pathway, graduação, pós-graduação)
  • Trabalho no exterior (Au Pair, Work Experience USA, Camp Counselors USA)
  • Intercâmbio para trabalho voluntário (ambiental, saúde, animal, social)

Quanto custa o intercâmbio?

Com certeza, o valor de quanto custa o intercâmbio pode variar muito e vai depender, principalmente, do seu perfil de viajante e dos seus objetivos. 

Por exemplo, você pode preferir morar sozinho em um apartamento alugado, para ter maior concentração para os estudos, por exemplo.

Ou, por outro lado, você pode achar melhor dividir as despesas com outros estudantes em um ambiente compartilhado, mais propício para se relacionar intensamente com pessoas de outras partes do mundo, aprimorar a pronúncia e a conversação.

Mas existem muitos outros fatores que podem influenciar no preço do seu intercâmbio para estudar no exterior. Confira:

Valor do intercâmbio: principais fatores

O valor do programa varia de acordo com o tipo de programa escolhido, conforme a lista acima.

  • Destino – como falado, há destinos mais custosos do que outros, principalmente pelo valor da moeda local. Geralmente, as capitais e maiores cidades dos países têm um custo de vida mais elevado do que as cidades menores.

  • Duração do programa – programas mais longos, como o intercâmbio de High School ou graduação, custam mais do outras opções mais curtas, como o Férias Teen. Ainda assim, dividindo proporcionalmente, o valor pode ser bem atrativo.

  • Carga horária das aulas – para o curso de idiomas, quanto maior a carga horária de aulas, maior o custo do intercâmbio. Assim, os cursos intensivos, com 40 horas de aulas por semana terão valores mais altos do que os cursos de idiomas com 15 horas de aulas semanais.

  • Acomodação – como mencionado lá em cima, a acomodação é uma variante importante no valor quanto custa o intercâmbio. 

  • As casas de família já incluem algumas ou todas as refeições e todas as demais despesas de uma casa, como, por exemplo, energia e aquecimento.

  • Já nas residências estudantis, o compartilhamento do ambiente com outros estudantes pode diminuir bastante o custo para cada estudante.

  • Outros serviços – seguro viagem, aluguel de carro, transporte de chegada do aeroporto, passagens aéreas, planos de ligações e internet para celulares, dentre outros, são alguns exemplos de serviços que podem influenciar no valor do seu intercâmbio.

Por fim, é comum encontrar taxas extras que precisam ser esclarecidas logo no início do planejamento. São elas:

  • Taxa de despachantes
  • Taxa para emissão do visto
  • Taxa administrativa da agência
  • Taxa de matrícula da escola
  • Taxa de material do curso
  • Taxa de envio de documentação, dentre outras

Onde fazer intercâmbio?

Existem incontáveis destinos para você realizar o seu intercâmbio para estudar no exterior. Por isso que, na hora da escolha do local, é preciso que você considere algumas variáveis importantes com relação ao seu perfil de estudante e às características do destino.

Por exemplo, você pode optar por lugares com clima mais quente ou mais frio, montanha ou praia, ambientes urbanos ou rurais, badalação ou tranquilidade, ou ainda, um pouco de tudo!

A moeda local do país escolhido também é um fator importante a ser considerado, pois pode deixar o seu programa de intercâmbio mais em conta ou com custo mais elevado. 

Apesar de tudo isso, recomendamos que, num programa para aprender idiomas, o estudante opte por um destino onde aquele idioma é utilizado como língua oficial e falado por toda a população. 

Assim, você garante que vai poder aprender com quem sabe a língua de berço e praticar o tempo todo, mesmo fora da sala de aula. Confira os destinos mais procurados para os programas de intercâmbio em inglês:

Quais as vantagens do intercâmbio?

O intercâmbio é uma viagem que proporciona imenso crescimento pessoal e profissional. Além de ser muito, mas muito divertida e enriquecedora! 

Durante um programa de intercâmbio em outro país, é possível descobrir o tamanho da nossa força interior e descobrir recursos valiosos, destravando todo o seu potencial de desenvolvimento.

O estudante pode aumentar as suas possibilidades, não só por aprender uma nova língua, mas porque vai praticar a habilidade de adaptação a outras realidades, pessoas e culturas totalmente diferentes! 

O intercâmbio abre a sua cabeça para o mundo e você passa a ver as coisas de outra forma! Descubra, abaixo, outras super vantagens do programa de intercâmbio no exterior!

  • Aprender um novo idioma
  • Vivenciar de pertinho uma nova cultura
  • Desenvolver autoconhecimento e autoconfiança
  • Se tornar ainda mais independente e seguro
  • Conhecer pessoas e fazer amigos do mundo todo
  • Ampliar o networking profissional
  • Aprender a se relacionar com todos os tipos de pessoas 
  • Trabalhar a adaptabilidade nas diferentes situações da sua zona de conforto
  • Amadurecer e se desenvolver como pessoa e profissional
  • Turbinar seu currículo com um baita diferencial

Em conclusão, neste post super completo, você viu como funciona o intercâmbio e conheceu os fatores importantes que compõem a elaboração de um programa para estudar no exterior.

Aprendeu o que é intercâmbio, os tipos de intercâmbio, o valor quanto custa um intercâmbio, onde fazer e as vantagens do intercâmbio para estudar fora.

E a nossa última dica é a seguinte: é muito mais seguro, vantajoso e econômico fazer intercâmbio com uma boa agência do que ir por conta própria. 

Então, agora que você já tem bastante conhecimento sobre como funciona o intercâmbio, só falta entrar em contato com nosso especialista, conferir as melhores condições e acertar todos os detalhes do melhor intercâmbio da sua vida! Vem conhecer o mundo com a Intercultural!

Referências

https://www.usa.gov/study-in-US

https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/study-canada.html