Coronavirus - 3 dias depois - Intercultural
Data Representação de um calendário 13/03/2020

Coronavirus – 3 dias depois

Não se sabe o que vai acontecer nos próximos dias. O ápice da crise do Coronavirus, que já atingiu a China, Iran, Itália e Coréia do Sul, agora está se deslocando para outros lugares, como era de se imaginar, neste mundo sem fronteiras em que vivemos.

Coronavirus - 3 dias depois

No post anterior, sobre o Coronavirus, eu falei sobre o cenário que estávamos vivendo há 3 dias.

Três dias! Quanta coisa pode mudar em 3 dias? Claramente, muita! De lá para cá, os Estados Unidos declarou um travel ban de passageiros estrangeiros vindo da Europa (exceto da Inglaterra), a Irlanda decretou que as escolas devem permanecer fechadas por 2 semanas, até nova avaliação, Portugal também suspendeu aulas, Disney comunicou o fechamento dos seus parques da Califórnia e Flórida, até algumas universidades no Brasil estão cancelando suas aulas temporariamente.

Não se sabe o que vai acontecer nos próximos dias. O ápice da crise do Coronavirus, que já atingiu a China, Iran, Itália e Coréia do Sul, agora está se deslocando para outros lugares, como era de se imaginar, neste mundo sem fronteiras em que vivemos.

Vai piorar, antes de melhorar

No Brasil, confirmados alguns casos, já sabemos que ainda vai piorar antes de melhorar. É impressionante a sensação de como o “pensamento de manada” manda mesmo no ser humano. E não há como ser diferente, a sensação é de proteção, cuidado mesmo, pessoal, da família, das crianças, dos mais velhos. 

Nos idosos, até onde se sabe, é onde está o calcanhar de aquiles do problema. Eles já não tem tanta resistência para combater o vírus, e o que pode não passar de uma gripe num adulto saudável, acaba se tornando um quadro grave, que inspira cuidado hospitalar, e o grande medo é de que não tenhamos capacidade de atendimento de todos ao mesmo tempo (cumulados a casos de outras doenças que também demandam cuidados intensivos). 

Só não podemos deixar chegar ao pânico ou à histeria. Esses, nunca ajudaram ninguém. Tratar os outros com respeito, pensar no próximo, seguir as recomendações de saúde e higiene e as orientações de autoridades. É o que temos que fazer. 

Coronavirus: e quanto às viagens?

E quanto às viagens? Esteja atento aos sites oficiais de órgãos de saúde e dos países de destino. Há muita informação falsa circulando. Foque nas divulgadas por sites de confiança. Procure o seu agente de viagem ou consultor de intercâmbio, para avaliar as possibilidades e tomar a melhor decisão. No curtíssimo prazo, adie. Se você tem tempo, aguarde. As coisas tem mudado rapidamente. Tenha calma para decidir.

Deixe seu comentário AQUI.