Data Representação de um calendário 29/06/2021

Dia de Los Muertos: a principal festividade do México

Cenário de filmes como “Viva! A vida é uma festa” e “Festa no Céu”, o Dia de Los Muertos é uma importante festividade do México.

Marcado mundialmente pelas suas famosas caveiras mexicanas, O Dia de Los Muertos, comemorado entre o dia 31 de outubro e o dia 2 de novembro, é o maior feriado do México e existe desde a era dos maias e astecas. 

No Brasil, temos um feriado semelhante, que acontece no dia 2 de novembro: o Dia de Finados. E, por mais que a intenção seja parecida – celebrar, relembrar e reviver a memória de entes queridos que já se foram -, o Dia de Los Muertos é uma tradição que vai muito além disso.

E, se você está pensando em fazer intercâmbio no México, não pode deixar de conhecer o Dia de Los Muertos. É uma ótima forma de conhecer mais sobre a cultura, aprimorar o seu espanhol e ainda aproveitar uma linda festa.

Origem do Dia de Los Muertos

A data comemorativa remonta dos tempos dos nativos indígenas que habitavam a região. Acredita-se que, no início, as festividades ocorriam durante todo o mês de agosto, mas os colonizadores alteraram a data para ficar mais próximas de festividades como o Halloween, Dia de Todos os Santos e Finados. 

Segundo a crença mexicana, durante as festividades, os mortos conseguiam voltar ao Reino dos Vivos para poder revisitar seus parentes e compartilhar mais alguns momentos. 

Parece macabro, não é mesmo? Mas, na verdade, é o oposto. Estas civilizações enxergavam o luto de forma muito natural, sendo que as festividades eram uma forma de honrar o ancestral.

Então, para poder aproveitar o momento com os entes queridos e celebrar a vida que viveram, as famílias organizam diversas homenagens com fotos, memórias, comidas mexicanas tradicionais, desfiles e muita música.

O que não pode faltar na comemoração?

Alguns itens e símbolos são indispensáveis para que a festa ocorra e todos seus ritos sejam cumpridos. 

  • Decoração com flores;
  • Comidas tradicionais;
  • Altar;
  • A imagem de La Catrina;
  • Esqueletos enfeitados e cheios de adornos.

Decoração com flores

Durante as festividades, é muito comum ver todo o México decorado com arcos floridos, vasos de flores e até corredores de pétalas se formando.

Além de serem usadas para decorar as casas, as ruas e os altares, as flores têm um significado importante na comemoração. Elas representam a beleza e a passagem que há entre a vida e o fim dela. 

Muitas flores são usadas, mas as principais delas são:

  • Cravo;
  • Crista-de-galo;
  • Crisântemo; 
  • Cempasúchil (cravo-de-defunto).

Comidas tradicionais

Se há uma coisa que representa o México tão bem quanto seu feriado é sua culinária típica. Além dos pratos favoritos dos entes queridos que serão homenageados durante as festividades, alguns pratos típicos não podem faltar. 

  • Pan de Muerto;
  • Caveiras de açúcar;
  • Tamales (que se assemelha a uma pamonha);
  • Pozole;
  • Doce de calabreza. 

work-travel-banner

Altar

São nos altares que ocorrem a maior parte das homenagens. Ele pode ter de 2 até 7 andares e costumam ser adornados por um arco de flores e cria um portal para que os mortos possam atravessar e chegar ao Reino dos Vivos.

  • 1º andar: É adornado com uma cruz feita de flores, sementes e frutas.
  • 2º andar: Nesse nível ficam as fotos dos entes queridos falecidos que serão homenageados.
  • 3º andar: Aqui, colocam-se os pratos favoritos do falecido em vida. 
  • 4º andar: É o nível reservado para o Pan de muerto – um alimento tradicional oferecido como forma de consagração.
  • 5 andar: Sal, para purificar os ambientes, as intenções e a energia. 
  • 6º andar: Dedicado às almas do purgatório.
  • 7º andar: Por fim, a imagem do santo de devoção da família.

Também é comum que no altar ou próximo dele seja colocada a imagem de La Catrina, também conhecida como La Muerte.

A imagem de La Catrina

La Catrina é uma das figuras mais emblemáticas para os mexicanos. Ela é representada pela figura de uma mulher-esqueleto muito elegante, sempre bem vestida e com um enorme sombrero. 

Ela serve, não só como um símbolo religioso forte, mas também como um significado político e social na luta contra a miséria e o descaso. 

Mesmo representando a imagem de uma mulher na alta sociedade, bem vestida e bem cuidada, La Catrina vem para nos mostrar que, na morte, somos todos iguais. 

Esqueletos enfeitados e cheios de adornos

Além da imagem de La Muerte, as caveiras mexicanas são o símbolo da festividade e ficam espalhadas por todo o país. 

Podemos ver bonecos feitos dos mais diversos materiais, vestidos com roupas exuberantes ou como mariachis. Caveiras de papel machê são espalhadas e penduradas nas casas e ruas. Pessoas se pintam, fantasiam e desfilam nas ruas caracterizadas.

E, por mais que a data seja próxima ao Halloween, as caveiras mexicanas, as fantasias e todos os adornos não têm relação direta.  

O Dia de Los Muertos no cinema e na cultura

Além de ser uma festa muito famosa e ter forte simbolismo para as famílias mexicanas, o Dia dos Mortos serve como inspiração para o mundo do cinema e, se você está pensando em aprimorar ou começar a estudar espanhol, pode ser uma ótima forma de começar a se familiarizar com a cultura. 

Alguns filmes contam especificamente sobre a celebração, enquanto outros apenas usam o cenário festivo como pano de fundo para contar a história que desejam.

Seja qual for a intenção, é uma boa maneira de conhecer um pouco mais sobre a festa. 

  • Festa no Céu;
  • Dia de Muertos;
  • 007 – Contra Spectre;
  • Viva! a vida é uma festa.

Mas se você não quer só assistir filmes e ler sobre um dos maiores festivais do mundo, a Intercultural te ajuda. 


Você pode conhecer todos os detalhes e viver a experiência do Dia de Los Muertos bem de pertinho com um intercâmbio no México. Fale com um de nossos consultores e saiba mais sobre essa oportunidade.

estudar-canada-banner