Data Representação de um calendário 06/01/2022

Vistos de estudante pelo mundo: como conseguir o seu?

Cada país tem regras diferentes para emitir os vistos de estudante. Para saber mais sobre como conseguir um visto, leia o artigo completo!

Os vistos de estudante são os mais procurados quando o assunto é aprender um novo idioma enquanto vivencia a cultura de outro país.

Mas o processo de obtenção dos vistos de estudante é diferente em cada país, por isso é preciso ficar atento às regras do governo para onde você pretende ir.

Neste artigo, vamos falar como os vistos de estudante são importantes para você garantir a legalização do seu intercâmbio – e quais são as principais características desse documento em 5 países do mundo.

Então, se você quer saber mais sobre esse assunto, continue a leitura e confira!

Vistos de estudante: como funcionam?

Uma das maiores dúvidas daqueles que pretendem fazer intercâmbio é: afinal, como funciona para tirar o visto de estudante? Quando ele é necessário?

Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que cada país possui suas próprias regras para permissão de estudos em seu território.

A seguir, confira como funcionam os vistos de estudantes em 5 países do mundo!

h3: Canadá

Em terras canadenses, o visto de estudante é concedido para aqueles que estão matriculados em cursos com duração superior a 6 meses.

Isso significa que, se o seu programa de estudos é inferior a 6 meses, o visto de visitante (TRV) já é o suficiente para garantir a sua permanência legal no Canadá.

work-travel-banner

Se você pretende ir para o Canadá para fazer um curso de carreira, como formação técnica, graduação ou pós-graduação, é possível obter autorização para trabalhar.

Irlanda

O governo da Irlanda não exige visto para períodos iguais ou inferiores a 90 dias.

Por outro lado, se você pretende fazer um intercâmbio de mais de 90 dias na Ilha Esmeralda, existem duas possibilidades de visto de estudante: Stamp 2A e Stamp 2.

  • Stamp 2A: ideal para estudantes que pretendem ficar de 13 a 24 semanas no país, sem intenção de trabalhar. Para isso, devem comprovar a matrícula na escola e renda suficiente para se manterem durante o período de estudos.
  • Stamp 2: ideal para quem vai estudar por um período maior do que 25 semanas. Com esse visto, você pode trabalhar na Irlanda por até 20h semanais durante o tempo de aulas e 40h semanais nas férias.

Austrália

Se você está se perguntando como conseguir um visto para estudar na terra dos cangurus, saiba que as regras são um pouquinho diferentes.

Confira:

  • Visitor visa (subclass 600): visto de turista, ideal para cursos com até 12 semanas de duração;
  • Student visa (subclass 500): permite que você estude por um período maior do que 12 semanas. Você também pode trabalhar por 20h semanais enquanto as aulas acontecem e 40h/semana nas férias.
  • Temporary Graduate (subclass 485): utilizado para a conclusão de um curso de graduação ou pós-graduação, permitindo que você trabalhe por até 18 meses (40h/semana) no país.

Malta

Este pequeno país europeu conta com regras um pouco mais complexas para os vistos de estudante. Confira quais são elas:

  • Visto de turista: feito para aqueles que pretendem estudar no país por menos de 90 dias e entregue no momento do desembarque no país;
  • Visto de estudo e trabalho: após a comprovação de matrícula em um curso com até 90 dias, você pode solicitar a extensão do visto. Essa extensão permite a permanência de até 365 dias e para cursos com até 3 meses de duração.

Estados Unidos

O queridinho de todos os intercambistas não poderia estar de fora da nossa lista, não é?

Para estudar nos Estados Unidos, existem 3 tipos de vistos: F-1, M-1 e J-1.

  • F-1: ideal para quem quer estudar em uma escola, universidade ou curso de idiomas com carga horária de mais de 18h/semana.
  • M-1: feito para aqueles que realizam estudos vocacionais ou não-acadêmicos no país;
  • J-1: para aqueles que pretendem estudar e trabalhar no país, em programas de intercâmbio específicos.

Entenda mais sobre vistos de estudante com a Intercultural

Sabemos que o tema de vistos de estudantes é complexo e cheio de regras.

Por isso, se você quer entender mais sobre o assunto, fale com a Intercultural! Vamos adorar te ajudar a dar mais um passo em direção a esse grande objetivo!

estudar-canada-banner