Data Representação de um calendário 05/01/2021

O que fazer em Sydney: Confira roteiro de 10 dias!

O que fazer em Sydney quando você tem pouco tempo para aproveitar? Conheça top 10 pontos turísticos da maior cidade da Austrália.

Eu não sei vocês, mas nós adoramos um desafio. E o desafio de hoje é muito simples. Vamos mostrar para você o que fazer em Sydney, na Austrália, em 10 dias.  

Isso mesmo, nem todo mundo tem 30, 60 ou 90 dias para explorar Sydney. Portanto, se você está se perguntando “o que fazer em Sydney em 10 dias?” este post é para você! 

Dessa forma, separamos uma atração turística por dia. Um desafio bom desses, fica difícil não aceitar, não é mesmo? Veja então o que fazer em Sydney em 10 dias e descubra este maravilhoso destino de praias, sol, natureza e um povo prá lá de hospitaleiro!

Ademais, se a ideia for esticar a estadia por alguns meses, saiba que temos excelentes pacotes de intercâmbio para você estudar e trabalhar na Austrália. 

Aí, você pode separar uns dias na folga dos estudos para trabalhar na Austrália e aproveitar para conhecer todos os atrativos que vamos apresentar. E não esqueça das praias de Sydney, que são simplesmente espetaculares!

O que fazer em Sydney? Confira roteiro de 10 dias!

Dia 1-  Assistir uma peça na Opera House e explorar o Jardim Botânico

Em primeiro lugar na lista está o principal cartão postal da Austrália, um dos mais famosos pontos turísticos da nossa lista do que fazer em Sydney. 

O teatro Sydney Opera House abriga espetáculos de teatro, dança, circo, shows musicais, concertos de ópera, show de comédia, e muito mais! 

Além disso, sua arquitetura em forma de concha é um ícone do design mundial e principal marca da cidade australiana.

Inaugurado em 1973, abriga 3 importantes companhias artísticas: Opera Austrália, Sydney Theatre Company e Sydney Symphony Orchestra. 

Recebe mais de 1 milhão de visitantes anualmente e mais de 1.500 espetáculos são performados em suas instalações.

Ficou entre as finalistas do concurso das 7 Novas Maravilhas Mundiais e, em 2007, entrou para a importante lista de patrimônios da humanidade, elaborada pela UNESCO.

Sugerimos que você faça esta visita logo no primeiro dia que chega na cidade, para conhecer a principal atração da cidade e já ir se inteirando do ambiente local!

A apenas alguns passos de distância está o Jardim Botânico Real de Sydney que é o mais antigo do país. Aproveite para caminhar pela tranquilidade deste magnífico parque, que abrange 30 hectares e possui mais de 27.000 plantas de todo o mundo.

É tão bonito que recebe mais de 5 milhões de visitantes por ano. É uma das 10 atrações australianas mais visitadas por turistas internacionais.

Além disso, realiza uma série de eventos que atraem muitos dos quase 5 milhões de habitantes da cidade, como o réveillon e o espetáculo de luzes VIVID. Imperdível!

O Jardim Botânico tem um horário de funcionamento sazonal, então vale a pena ficar de olho no site oficial para aproveitar ao máximo a sua visita.

Horário de funcionamento Jardim Botânico Real de Sydney

  • Outubro – 7:00 – 19:30 
  • Novembro a fevereiro – 7:00 – 20:00
  • Março – 7:00 – 18:30
  • Abril e setembro – 7:00 – 18:00
  • Maio e agosto – 7:00 – 17:30
  • Junho e julho – 7:00 – 17:00

Dia 2 – Fazer o caminho costal “Bondi a Coogee” e relaxar na praia de Bondi Beach

Sydney é agraciado por inúmeros caminhos costais, ou “coastal walk” em inglês. Trata-se de trilhas entre praias que são de tirar o fôlego. E a trilha de Bondi a Coogee é a mais famosa delas. 

Passa por penhascos, casarões, piscinas naturais e até mesmo um cemitério à beira mar! Dá para percorrer a trilha em uma ou duas horas, dependendo do seu ritmo e de quantas vezes parar para fotografar e aproveitar os mirantes.

Ao chegar, você encontrará Bondi Beach: a praia mais famosa da Austrália e uma das mais famosas do mundo. A combinação de pessoas jovens, surfistas, areia branquinha, mar azul, vida noturna, centro comercial agitado, torna Bondi Beach um dos principais destinos dos jovens.

As praias de Sydney são destinos que atendem a todos os gostos, desde crianças até idosos, que podem viajar acompanhados de amigos, da família, ou simplesmente, curtir um tempo sozinho.

Está gostando da nossa lista do que fazer em Sydney? A aventura está apenas começando!

Dia 3 – Desbravar o centro da cidade, passando pelo Queen Victoria Building e o Sydney Tower Eye 

Também chamado de CBD (sigla para Central Business District), o centro da cidade de Sydney reúne pontos turísticos que não podem ficar de fora do seu roteiro. Entre as atrações estão:

  • Queen Victoria Building
  • Hyde Park
  • Saint Mary Cathedral
  • Town Hall
  • Pitt Street
  • Sydney Tower Eye

Chamada de QVB pelos locais, a Queen Victoria Building é uma imponente obra arquitetônica de estilo romanesco, construída em 1898. Localizada no centro da cidade, funciona como um centro comercial. 

A construção impressiona pela riqueza de detalhes: grades de aço, vitrais, um carpete elegante e dois enormes relógios pendurados do teto.

Passear pelo Queen Victoria Building é uma oportunidade a mais para vivenciar o dia a dia australiano e observar os moradores de Sydney nas suas atividades cotidianas. Além, é claro, de fazer aquelas comprinhas básicas!

Normalmente, o horário de funcionamento é das 9:00 às 18:00, mas o horário de fechamento pode variar de acordo com a estação do ano. Entretanto, aos domingos, abre às 11 horas.

Outro ponto turístico é o Sydney Tower Eye, uma torre de observação de 305 metros aberta ao público. O valor do ingresso pode variar entre 20 a 30 dólares australianos. O mirante é todo de vidro e você tem uma vista 360 graus da cidade. 

Para os mais aventureiros, a Torre oferece o Skywalk, que é uma proposta de tirar o fôlego! Consiste em caminhar ao ar livre por até 1 hora, ao redor do prédio mais alto de Sydney. 

A sensação é de andar no ar no ponto mais alto ao ar livre (268 m) desta cidade e ainda observar os pontos mais icônicos da maior cidade da Austrália!

Mas não se preocupe, o passeio é todo acompanhado por guias experientes e você vai todo equipado, inclusive com ganchos e cordas de segurança.

Outra atividade disponível é almoçar no delicioso restaurante estilo buffet da Torre, o SkyFeast, e desfrutar a deslumbrante vista lá de cima! Bora nessa?! 

O horário de funcionamento é das 10:00 às 20:00.

Dia 4 – Passear de barco ou ferry na Baía de Sydney e visitar a Ilha Cockatoo

Bem pertinho do centro da cidade está o Circular Quay. Este é o nome do principal cais da cidade. De lá, partem diariamente ferries, barcos e cruzeiros com os mais variados objetivos. 

O ferry, por exemplo, é uma opção de meio de transporte, que liga os moradores das praias do norte ao centro da cidade e percorre a baía de Sydney, passando por inúmeros pontos turísticos como a Harbour Bridge e a Opera House. Imagina que máximo fazer este trajeto todos os dias para ir ao trabalho?

work-travel-banner

Há também opções de viagens recreativas, como um cruzeiro turístico de 1 hora de duração, explorando os principais pontos turísticos da Baía de Sydney, um cruzeiro de aventuras em alta velocidade e a trip para observar baleias em mar aberto.

Os valores do ingresso dependem da qualidade do passeio e a empresa garante o avistamento das baleias! Muito legal! Cheque o site oficial para comprar seu ingresso.

Outra opção de passeio é visitar a pequena Cockatoo Island. A ilha já foi sede de um estaleiro naval e uma prisão. Atualmente, oferece ampla variedade de atrações culturais, bares e restaurantes.

Uma das atrações mais populares é o pernoite acampado em barracas ao ar livre, próximas às margens do oceano. Assim como, outra atividade bem exótica, somente para maiores de 18 anos, é o passeio fantasma pela escuridão noturna. É sinistro!

Foi, inclusive, eleita como um dos Patrimônios Mundiais da Humanidade, pela UNESCO. Então, seja para curtir momentos românticos a dois ou se divertir com a família e amigos, a Ilha Cockatoo oferece opções para todos os gostos!

O nome da ilha é uma homenagem a esta simpática espécie endêmica, a cacatua.

Dia 5 – Passar o dia em Manly Beach

E por falar em pegar o ferry, um deles vai te levar, em até 30 minutos, para umas das mais famosas praias de Sydney: Manly beach. Quem mora nesta praia garante: têm de tudo por lá. Desde banco, supermercado, restaurantes, escolas de inglês e opções de bares e baladas.

É, com certeza, uma das praias mais vibrantes e valorizadas da Austrália, uma opção diferenciada para passar o dia. Aproveite o dia para dar um rolé de bicicleta pela cidade, que possui ampla rede de ciclovias! 

O bairro de quase 16 mil habitantes tem um estilo de vida descontraído e lindas praias. Perfeito para quem busca um estilo de vida praiano! 

Além disso, juntamente com Sydney, Manly serviu de cenário para algumas cenas do famosíssimo filme O Grande Gatsby!

Dia 6 – Pub Crawl pelo The Rocks

Você já ouviu falar na expressão “pub crawl”? Em uma tradução literal significa “rastejar pelos pubs”, algo como andar de pub em pub. É uma prática feita entre amigos, que querem conhecer diversos pubs em uma noite só. Para isso, vista um calçado bem confortável e nada de exagerar na bebida, ok?

Então, nada melhor do que combinar esta prática super divertida com um dos bairros com vida noturna mais vibrantes da cidade: The Rocks. 

O The Rocks está localizado pertinho da Baía de Sydney. E alguns pubs possuem uma vista privilegiada da Opera House, como é o caso do Glenmore Hotel e o The Squire’s Landing.

Se você está à procura de música e diversão, não deixe de fora esta dica do que fazer em Sydney.

Dia 7 – Escalar na Sydney Harbour Bridge

Conhecido como Bridge Climb, este passeio é garantia de frio na barriga. Escale a ponte mais famosa de Sydney com a ajuda de especialistas e com toda a segurança. 

O passeio dura cerca de 3 horas e, inclusive, pode ser realizado por crianças acompanhadas dos pais. Inclui todos os equipamentos e muita emoção de caminhar a cerca de 134 metros acima do nível do mar da baía de Sydney! Sem contar no visual que dá para ver lá de cima!

Dia 8 – Passear na Darling Harbour

Recém reformada, a Darling Harbour é uma área recreativa e comercial à beira mar, com modernas construções e opções de lazer para a família toda. 

Na sua visita, não deixe de passear pela Harbour Promenade e conhecer a Darling Harbour Woodward Water, uma magnífica fonte de água, que refresca o ambiente durante o verão e embeleza a área durante todo o ano.

No inverno, por exemplo, o pessoal se diverte no ranking de patinação no gelo. Uma delícia!

À noite, deixe-se encantar pelas luzes coloridas refletidas no mar. 

Veja esses 12 pontos turísticos incríveis desta área de entretenimento tão descolada, que você poderá visitar em um ou dois dias, se quiser alongar a nossa lista para o que fazer em Sydney!

12 Pontos turísticos em Darling Harbour

  1. Aquário de Sydney
  2. Cassino e complexo The Star
  3. Centro Aborígene
  4. Centro Internacional de Convenções de Sydney 
  5. Cockle Bay Wharf (restaurantes, bares e casa noturna Home)
  6. Darling Quarter Playground e cafés
  7. Hotel & Spa The Darling
  8. Museu de cera Madame Tussauds
  9. Museu Marítimo Nacional da Austrália
  10. Museu Powerhouse
  11. Shopping Harbourside (com boliche e um simulador de vôo)
  12. Zoológico Sydney Wildlife World

Dia 9 – Visitar o distrito de arte Newtown

Esta área nos subúrbios de Sydney é conhecida pelas instalações de arte visual que embelezam os grandes murais e as paredes das redondezas. 

Divirta-se identificando as celebridades nas pinturas tipo grafite, como Jimmy Hendrix, Martin Luther King, George Harrison e as interessantes figuras coloridas e slogans com temas diversos. As principais ruas para você caminhar e visualizar as pinturas são a Newtown St., a Lennox St., a Mary St.e a Bedford St.

Por fim, Newtown é considerada uma cena alternativa da cidade. O que não faltam são artistas de rua, lojas místicas, bazares e restaurantes veganos. Achou que não teriam atrações para todos os gostos na nossa lista do que fazer em Sydney?

Dia 10 – Explore o mercado de comida orgânica Marrickville

Aproveite a região arborizada para desfrutar de momentos na natureza com a família ou amigos, relaxar e conhecer mais sobre a gastronomia da Austrália.

Passeie pelo cenário único de um quartel do exército da Segunda Guerra Mundial e encontre produtos frescos orgânicos certificados neste mercado semanal de Marrickville, que funciona aos domingos.

Assim, você pode almoçar, tomar alguma coisa, experimentar as delícias servidas nas barraquinhas ou simplesmente passear e sentir os diversos aromas dos produtos naturais. 

E aí, gostou das nossas dicas para o que fazer em Sydney em 14 dias?

Muito legais, não é mesmo?! Mas se você tem mais tempo e deseja fazer um intercâmbio em Sydney para aprender inglês, deixe-nos apresentar a modalidade de intercâmbio para estudar e trabalhar na Austrália.

Intercâmbio para estudar e trabalhar na Austrália

Encerramos o nosso roteiro de 10 dias “o que fazer em Sydney” com um convite: que tal explorar essa cidade por 100 dias ou 1 ano? Sim, é possível e você ainda pode trabalhar na Austrália. Saiba detalhes do programa:

  • Duração do programa: a partir de 14 semanas
  • Duração das aulas: 20 horas de estudo por semana
  • Carga horária de trabalho: até 20 horas por semana ou 40 horas quinzenais.
  • Nível do inglês: iniciante, intermediário ou avançado
  • Idade mínima: 18 anos
  • Permissão para trabalhar: enquanto o aluno estiver matriculado no curso de idiomas. Durante as férias é concedido permissão em tempo integral.
  • Vantagens: imersão cultural, experiência internacional e remuneração em moeda local

Por fim, você pôde conferir com a gente que tem muito o que fazer em Sydney! Além do programa para estudar e trabalhar na Austrália, temos diversos pacotes de intercâmbio. Entre em contato com a Intercultural hoje mesmo.

Referências

http://sydney.itamaraty.gov.br/pt-br/assistencia_consular.xml

https://www.cityofsydney.nsw.gov.au/

https://www.myfastferry.com.au/destinations/circular-quay

estudar-canada-banner