Data Representação de um calendário 21/01/2021

TUDO sobre como morar no Canadá: conheça as possibilidades

Quer descobrir como morar no Canadá de forma temporária ou definitiva? Leia o artigo completo e saiba como morar no Canadá é uma possibilidade real!

Qualidade de vida, segurança, infraestrutura, cultura, entretenimento, beleza natural. Você deve estar se perguntando “como morar no Canadá e usufruir destes benefícios surpreendentes”?

Cada vez mais brasileiros têm o objetivo de viver no exterior, seja para estudar ou para trabalhar. Se esse é o seu caso e você quer descobrir como morar no Canadá, fique com a gente!

Neste artigo, preparamos tudo o que você precisa saber sobre viver em terras canadenses, do visto de estudante até a residência permanente.

Então, continue a leitura e descubra como morar no Canadá é um sonho possível – e quais são as possibilidades que te aguardam!

Vem ver!

Por que e como morar no Canadá?

Motivos não faltam para morar no Canadá!

Afinal, o país está no ranking dos melhores lugares do mundo para se viver, oferecendo muita qualidade de vida, educação de referência e boa empregabilidade.

Devido às suas características demográficas, com uma população reduzida e de maioria idosa, o governo canadense possui diversos programas que estimulam a imigração e a entrada de mão de obra estrangeira no país.

Por isso, se você tem pretensão de estudar ou trabalhar no Canadá, a boa notícia é que esse processo é bem mais simples do que você pode imaginar!

Basicamente, existem três respostas principais para a questão sobre como morar no Canadá:

  1. Se matricular em uma instituição de ensino credenciada pelo governo;
  2. Possuir uma proposta de trabalho de uma empresa canadense;
  3. Adquirir residência permanente através do programa Express Entry.

Durante este artigo, vamos explicar como funciona cada uma dessas possibilidades. Fique com a gente!

Estudar no Canadá e morar temporariamente no país

Certamente, a forma mais fácil de entrar no país é como turista e estudante.

Acima de tudo, a imigração canadense, responsável por analisar os vistos, opera de maneira bem estruturada. Dessa forma, a aplicação costuma ser mais simples e mais rápida que outros países de língua inglesa, como é o caso dos EUA e da Austrália.

Prova disso é que, para cursos de idiomas de até 6 meses, é possível aplicar para o visto de turista. Por outro lado, nos casos em que o estrangeiro deseja estudar no Canadá por um período maior do que 6 meses, é preciso aplicar para o visto do tipo study permit.

Estudar em terras canadenses é uma oportunidade e tanto, já que o país é conhecido pelo prestígio de seu sistema educacional.

Entre as possibilidades de ensino, podemos destacar:

  • Curso de inglês;
  • Curso de francês;
  • Inglês para negócios;
  • Preparatórios para a universidade;
  • Boarding Schools;
  • Curso preparatório para exames de proficiência;
  • Curso para treinar professores de inglês (CELTA, TESOL, entre outros);
  • Colleges privados;
  • Colleges públicos.

Junto com a oportunidade de se aperfeiçoar profissionalmente, o intercâmbio vem com o combo: novas amizades, imersão cultural, conhecer lugares novos e expandir a consciência. Ou seja, os benefícios são inúmeros.

Existe outro ponto que merece destaque: brasileiros que possuem um visto de turista válido para os Estados Unidos podem aplicar uma autorização de viagens eletrônica para o Canadá.

Ou seja, se você estiver viajando pelos Estados Unidos ou possuir residência permanente legal no país, o processo para entrar no Canadá é mais rápido e menos burocrático. Isso porque o eTA (Electronic Travel Authorization), como é chamado, é feito de maneira eletrônica e remota.

Como imigrar para o Canadá?

Agora, se você está se perguntando “como morar no Canadá definitivamente”, nós vamos explicar como funciona o processo de residência permanente canadense.

O mais famoso processo imigratório é o Express Entry, que seleciona cidadãos qualificados para trabalhar no Canadá e os classifica por pontos.

Basicamente, o candidato faz a aplicação online, onde é necessário fornecer uma série de informações pessoais e profissionais e realizar um teste.

Dados como idade, área de formação, experiência profissional, status civil, nível de inglês, familiares com residência no Canadá, dependentes legais etc, geram pontos ao final da aplicação.

Para comprovar a proficiência no inglês (ou francês, se você pretende se mudar para a província de Quebec), é preciso passar por um dos exames oficiais do país: o Canadian Language Benchmarks (CLB) ou o Niveaux de Compétence Linguistique Canadien (NCLC).

De acordo com o governo canadense, a análise do formulário inicial pode levar até seis meses. Caso aprovado, o candidato recebe a Invitation to Apply, ou seja, um convite para aplicar para a residência permanente.

No passado, o processo de imigração já funcionou por first come first served (termo em inglês para ordem de chegada). Mas, desde 2015, só os melhores pontuados podem ser contemplados. Isso reforça o posicionamento do governo de só receber os melhores imigrantes.

Mas, apesar de ser simplificado, existem algumas etapas para participar do Express Entry.

A seguir, confira o passo a passo e descubra como imigrar para o Canadá!

  1. Descobrir se você é elegível, respondendo ao questionário para verificar se cumpre os requisitos;
  2. Verificar sua pontuação no Comprehensive Ranking System (CRS);
  3. Preparar os documentos, tais como passaporte, diploma validado, testes de proficiência e comprovação de oferta de trabalho;
  4. Preencher seu perfil no CRS;
  5. Receber um Invite for Application e se inscrever em até 60 dias.

Além disso, dentro do Express Entry existem três tipos de programas de imigração que vão determinar como morar no Canadá.

É o que vamos explicar a seguir. Então, continue a leitura e entenda!

Federal Skilled Worker

Esse programa tem como objetivo atrair pessoas qualificadas para trabalhar no Canadá.

Para aplicar, é necessário possuir pelo menos um ano de experiência de trabalho remunerado em uma profissão que esteja na lista National Occupational Classification (NOC).

É importante destacar que os requisitos serão analisados de acordo com o sistema de pontuação que citamos anteriormente.

Federal Skilled Trades

Profissionais com formação técnica ou tecnólogos também podem solicitar o visto para trabalhar em terras canadenses.

Nesse caso, é preciso comprovar pelo menos 2 anos de experiência de trabalho em tempo integral em uma das ocupações listadas no NOC.

Além disso, é preciso contar com uma oferta de emprego para o período mínimo de um ano ou uma certificação de qualificação para exercer tal função.

Canadian Experience Class

Aqueles que já trabalharam no país também tem como morar no Canadá de forma definitiva.

Para aplicar para esse programa, é necessário possuir pelo menos 12 meses de trabalho legal – e no período máximo de 3 anos antes de se candidatar.

Estudar no Canadá é um caminho para a residência?

Alguns itens da pontuação para o Express Entry o candidato não tem controle: idade e dependentes, por exemplo. Por outro lado, tópicos como o investimento em educação só dependem do seu esforço.

Por isso, para melhorar a sua pontuação e facilitar o processo de solicitação do visto, é crucial investir na sua carreira acadêmica e profissional.

E é aí que entra a oportunidade de estudar no Canadá visando a imigração.

Caso opte por estudar em um College Público, por exemplo, você poderá, ao final do curso, aplicar para o PGWP (Post-Graduation Work Permit). Trata-se de um visto pós estudos com permissão de trabalho integral com duração de até 3 anos.

Os critérios de elegibilidade para solicitar o PGWP são:

  • Concluir um programa de treinamento acadêmico, vocacional ou profissional em uma instituição elegível no Canadá com pelo menos 8 meses de duração, apresentando um degree, diploma ou certificado;
  • Estudar em tempo integral durante as sessões acadêmicas;
  • Apresentar uma carta oficial de uma instituição de ensino designada, confirmando que cumpriu os requisitos para a formação;
  • Possuir uma permissão de estudo válida.

Assim, além de um diploma local, o aluno terá a oportunidade de comprovar experiência com um empregador local e, consequentemente, estará mais preparado para arrasar na prova de proficiência, o IELTS.

Não é à toa que esse sistema acabou estimulando bastante a vinda de estudantes internacionais para o Canadá.

E o governo não poderia estar mais feliz. Os estudantes colaboram, e muito, para a economia local e para o investimento em educação.

Descubra como morar no Canadá com a Intercultural

O Canadá sempre foi um país muito aberto para os imigrantes, criando programas que estimulam a entrada de mão de obra estrangeira no país. Anualmente, chegavam cerca de 300 mil imigrantes por lá, até o início da pandemia.

Após a pandemia do novo coronavírus, com a necessidade ainda maior de trabalhadores qualificados, o governo vai facilitar ainda mais esse processo. Assim, pretende conceder vistos permanentes para aqueles que foram estudar ou trabalhar no Canadá de forma temporária.

Existem várias opções de cidades para fazer seu intercâmbio e viver uma experiência como essa. As cosmopolitas Toronto e Vancouver, a moderna Ottawa e a europeia Montreal são apenas alguns exemplos.

E aí, ficou com ainda mais vontade de se mudar para terras canadenses?

Depois de descobrir como morar no Canadá de forma temporária ou permanente, é hora de contar com a ajuda da Intercultural para tirar este plano do papel.

Então, entre em contato com a gente agora mesmo! Vamos adorar te ajudar a decolar seus planos!