Data Representação de um calendário 25/06/2012

Intercâmbio para adultos: aprenda em qualquer idade!

O intercâmbio para adultos é a prova de que é possível aprender em qualquer fase da vida! Leia o artigo e saiba mais sobre intercâmbio para adultos!

Se antes o intercâmbio era considerado “coisa de adolescente”, hoje em dia as modalidades de intercâmbio para adultos têm se popularizado cada vez mais.

São vários os motivos pelos quais o intercâmbio para adultos tem sido mais buscado. O custo se tornou mais acessível, ao mesmo tempo em que a fluência em outros idiomas é cada vez mais exigida. Além disso, é inegável que esta é uma ótima oportunidade para dar aquele empurrãozinho que sua carreira profissional precisa.

Apesar de ter se tornado mais popular, o intercâmbio para adultos é visto com resistência: afinal, é possível viver este tipo de experiência depois dos 30 anos de idade? E depois dos 40 ou 50?

Neste artigo, vamos te provar que é perfeitamente possível aprender em qualquer fase da vida. Então, continue a leitura e confira!

O que é intercâmbio para adultos?

Antes de mais nada, precisamos explicar o que estamos chamando de adulto neste artigo.

Para nós, adultos são todas as pessoas maiores de idade, responsáveis por si mesmos e que não dependam da autorização ou da tutela formal.

Aliás, esta é uma das grandes vantagens do intercâmbio para adultos.

Já que estamos falando de alguém independente, os processos são muito menos burocráticos e mais rápidos do que um intercâmbio para adolescentes, por exemplo.

Desde o processo de solicitação do visto até o aceite, tudo se torna mais simples e até mais barato. Fala se esta não é uma grande vantagem?

Esta é a oportunidade ideal para ampliar seus conhecimentos no idioma (e em questões técnicas e profissionais) e aumentar sua bagagem cultural. Por isso, não existe mínimo ou máximo de idade para fazer intercâmbioas experiências são bem-vindas em qualquer fase da vida!

Então, cada vez mais as empresas e escolas têm investido em programas de intercâmbio para adultos, com serviços especializados para cada faixa etária. Tem até pacotes para aposentados que buscam viver uma experiência do tipo!

Opção é o que não falta, e é sobre isso que vamos falar a seguir!

Curso de inglês no exterior para adultos

Basicamente, as opções de intercâmbio para adultos apenas excluem aquelas pensadas especificamente para adolescentes: high school, programas de férias e similares.

Todos os outros programas de intercâmbio, especialmente os que permitem fazer um curso de inglês no exterior, são adequados para adultos.

Algumas das opções mais buscadas por estudantes brasileiros são:

  • Cursos de idiomas, podendo aprender até duas línguas ao mesmo tempo;
  • Cursos técnicos/profissionais, com foco em aprender a língua voltada para a área de atuação profissional;
  • Programas de cursos de idiomas combinados com hobbies, que aliam o aprendizado da língua com aulas de dança, fotografia, gastronomia, etc. Explore o melhor da cultura de países como Canadá, Inglaterra, Austrália e muitos outros;
  • Cursos preparatórios para exames de proficiência, como IELTS, TOEFL, TOEIC, entre outros;
  • Cursos de aprimoramento profissional, ideais para quem já se comunica bem no segundo idioma e quer dar um upgrade na carreira;
  • Graduação, pós-graduação, MBA, mestrado e doutorado.

Opções de intercâmbio de estudo e trabalho

Outra vantagem do intercâmbio para adultos é essa: em muitos casos, existe a oportunidade de trabalhar.

Mas atenção, pois as possibilidades vão se tornando mais restritas. Alguns países têm regras mais flexíveis do que outros, por isso é preciso pesquisar bem e entender as normas do destino escolhido.

Nos Estados Unidos, por exemplo, apenas estudantes de graduação podem trabalhar – somente por meio período. Aqueles que optam por fazer cursos de idiomas no país não podem exercer nenhuma atividade remunerada.

Por outro lado, países como Austrália, Nova Zelândia e Irlanda são países ideais para quem quer fazer um curso de inglês no exterior e ainda garantir uma experiência de trabalho.

A seguir, confira algumas das opções de intercâmbios a trabalho no exterior:

  • Estudo e trabalho: países como Austrália, Canadá, Emirados Árabes, Espanha, Irlanda, Malta, Nova Zelândia e Alemanha permitem que intercambistas trabalhem durante o período de curso.
  • Au pair: cuidar de crianças (e morar em uma casa de família) é possível em países como Estados Unidos, Alemanha, Bélgica e França.
  • Work Experience USA: ideal para estudantes universitários de 18 a 29 anos que desejam trabalhar em uma empresa americana durante o seu período de férias.
  • Camp Counselors USA: jovens de 18 a 35 anos podem trabalhar como monitores em acampamentos de férias nos Estados Unidos.
  • Internship e Trainee: permite que você trabalhe em uma empresa americana por um período de 6 a 18 meses. Áreas como arquitetura, hotelaria, gestão e informática estão na lista das profissões que se dão bem neste tipo de programa de intercâmbio.
  • Voluntariado: é possível trabalhar sem remuneração em áreas como meio ambiente, cuidado animal, saúde e projetos sociais.

Intercâmbio em família

Dependendo do tipo de curso e da duração do seu intercâmbio, é possível que seu cônjuge e seus dependentes te acompanhem nesta experiência.

Para cursos de idiomas, o processo é mais simples. É comum que as escolas permitam que os acompanhantes também estudem no local. Além disso, esse tipo de intercâmbio em família pode ser mais barato – e bem menos burocrático!

work-travel-banner

Para cursos de graduação e mestrado no exterior, também é possível obter o visto para o seu cônjuge. Mas, para isso, você deverá provar que consegue sustentar sua família durante o período.

É importante ressaltar que o valor a ser pago pelo acompanhante geralmente é menor do que o do intercambista. O mesmo é válido para os dependentes, mas é preciso ficar atento às regras, que podem mudar caso a caso.

Outra questão que deve ser levada em consideração é o tempo que você pretende ficar no país estrangeiro.

Se a ideia é fazer um curso rápido de idiomas, o visto de turista é suficiente para que todos da família consigam viver essa experiência juntos. Fica a dica!

Vantagens do intercâmbio para adultos

De acordo com a Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio (BELTA – Brazilian Educational & Language Travel Association), tem crescido o número de viajantes de 30 a 60 anos de idade em busca de intercâmbio.

As experiências educacionais, profissionais e culturais são para todos – e provam que não existe limite de idade para fazer intercâmbio.

Ao longo deste artigo, já citamos algumas vantagens de estudar e/ou trabalhar no exterior depois dos 18 anos.

Mas se você quer saber de tudo de forma resumida os benefícios do intercâmbio para adultos, aqui está uma lista completa:

  1. Processo de solicitação de visto mais rápido e menos burocrático;
  2. Oportunidade de trabalhar durante o intercâmbio;
  3. Possibilidade de escolher bem os objetivos de viagem, com mais personalizações;
  4. Mais opções de hospedagem, como host family, alojamento das universidades, residência estudantil ou até mesmo aluguel por temporada;
  5. Mais independência para viajar pelo país e realizar atividades extracurriculares;
  6. Acesso a novas culturas e experiências;
  7. Ampliação do networking e círculo de amizades.

Mínimo e máximo de idade para fazer intercâmbio

Já dissemos e repetimos quantas vezes forem necessárias: não existe idade para fazer intercâmbio, você pode viajar em qualquer época da sua vida.

Até mesmo adolescentes podem optar por um curso de inglês no exterior, com os programas de high school e de férias, por exemplo.

Mas já que estamos falando de adultos, a idade mínima é de 18 anos – e não existe faixa etária máxima!

Por isso, se você tem 80 anos e quer realizar o sonho de fazer um intercâmbio, vá em frente!

A idade não é um fator muito importante para as escolas e acomodações, a não ser que você tenha algum problema de saúde ou limitação física.

Por isso, a principal diferença entre os intercâmbios para adolescentes e um intercâmbio para adultos (e idosos) é a quantidade e a qualidade dos serviços inclusos no pacote.

O seguro viagem pode ser mais caro para uma pessoa com 60 anos de idade, por exemplo, mas ela definitivamente não está impedida de viajar!

Ah, também é preciso considerar o quesito “conforto e comodidade”. Muitos adultos preferem se acomodar em apartamentos sozinhos, ao passo que os jovens não veem problemas em montar uma república estudantil.

Intercâmbio para adultos é com a Intercultural

Independentemente da sua idade, a dica de ouro para um intercâmbio de sucesso é: planejamento!

É preciso entender os seus objetivos, suas condições para pagar esse tipo de investimento e quanto tempo você pretende permanecer em terras estrangeiras.

Então, comece a fazer o seu plano de viagem com meses de antecedência. Se possível, contrate uma agência de intercâmbio, assim você terá assistência em todas as etapas antes, durante e depois de viajar.

Afinal, organizar a documentação, solicitar o visto, comprar a passagem, definir a acomodação e a instituição de ensino não são tarefas tão simples assim.

Por isso, para garantir que sua experiência seja positiva, que tal contar com a Intercultural?

Somos uma empresa especializada em intercâmbio para adultos e vamos te ajudar em todas as fases, desde a escolha do melhor programa até o seu retorno para o Brasil.

Entre em contato conosco e saiba como nossa equipe pode te garantir possibilidades incríveis de vivências no exterior!

estudar-canada-banner