Data Representação de um calendário 09/02/2021

Cidadania europeia: como tirar o passaporte europeu!

Você reside no Brasil e quer saber se tem direito à cidadania europeia? Confira as regras aplicáveis para conseguir o passaporte europeu.

Muitos brasileiros sonham com a possibilidade de obter uma cidadania europeia. Há algumas formas de conseguir o passaporte europeu. Entre as opções disponíveis estão os programas de imigração por meio de investimento financeiro, a compra de imóveis no exterior, através do matrimônio com um cidadão ou, ainda, através de ascendentes imigrantes. 

Se você tem um vínculo sanguíneo europeu e quer saber como conseguir a cidadania europeia, este artigo é para você.

Vantagens da cidadania europeia

A pessoa com dupla cidadania passa a ter os mesmos direitos que uma pessoa nascida em território europeu. Neste sentido, passa a ter permissão para trabalhar, votar, usar serviços públicos de educação e saúde, entre outros.

Confira as principais vantagens do passaporte europeu abaixo:

  • Livre trânsito por países da União Europeia. 
  • Permissão para trabalho, estudo e moradia na União Europeia.
  • Não há necessidade de aplicar para visto de entrada nos países: EUA, Canadá, Japão, Nova Zelândia, Emirados Árabes, entre outros.
  • Acesso a tratamento médico utilizando o sistema de saúde público dos países da União Europeia.
  • Facilidade de solicitar o duplo passaporte para os descendentes.
  • Não há restrições para período de permanência.

Confira abaixo quais os passaportes mais comuns aos brasileiros.

Portugal

Para ter direito ao passaporte português, você deverá comprovar vínculo por linhagem, casamento ou imigração legal.

Em termos de linhagem, é preciso ser filho de pai ou mãe português ou neto de avô ou avó nascidos em Portugal.

A dupla cidadania por casamento é direito de quem é casado há mais de três anos com uma pessoa portuguesa.

Além disso, se você for imigrante que vive no país há pelo menos meia década, também poderá solicitar o documento.

work-travel-banner

Itália

Se você tem ascendência italiana, você pode solicitar a cidadania italiana. A única exceção são os descendentes por linhagem materna que tenham nascido antes de 1948.

Quem vive na Itália legalmente há mais de 10 anos, sem antecedentes criminais, também pode pedir a dupla cidadania.

Você também tem direito ao passaporte italiano caso seja casado com uma pessoa italiana e viva na Itália há, no mínimo, seis meses. Se você viver no exterior com seu cônjuge italiano, o período mínimo é de três anos.

O processo pode ser aplicado no Brasil ou diretamente na Itália. No Brasil, os processos podem levar de 6 a 12 anos. Já na Itália, leva em média 90 dias.

Espanha

Os brasileiros com pais ou avós com cidadania espanhola ou bisnetos de espanhóis que tenham menos de 18 anos podem solicitar o passaporte espanhol.

Você também ganha o direito ao documento ao se casar com um espanhol, desde que viva na Espanha por, pelo menos, um ano.

Documentos necessários para o processo de cidadania europeia.

De maneira geral, a comprovação da origem europeia é feita através da apresentação de documentos de toda a linhagem até o requerente. Alguns dos documentos são:

  • Certidão de nascimento
  • Certidão de óbito
  • Certidão de casamento

Por fim, todo país tem suas regras específicas. Por isso, o ideal é procurar o consulado do país europeu em questão e, em muitos casos, contratar uma assessoria especializada.

Seja através da cidadania europeia ou através de um visto de turismo ou estudos, conte com a Intercultural para realizar o seu sonho. Somos especialistas em intercâmbio há 25 anos. Entre em contato

estudar-canada-banner